Edmara Cunha propõe trazer a moda bonecas de pano com toque de modernidade

PorSheilla Ribeiro,17 dez 2020 11:53

1

Trazer à moda os brinquedos tradicionais, nomeadamente bonecas de pano com um toque de modernidade, é o objectivo da jovem Edmara Cunha.

Como forma de complementar o rendimento familiar e ocupar o tempo, Edmara Cunha resolveu pôr em prática o seu dom da costura e começou a confeccionar bonecas de pano para vender. O mais interessante é que a pessoa pode ter o produto personalizado.

Em entrevista ao Expresso das Ilhas, Edmara Cunha conta que para além do turismo, área da sua formação, sempre foi apaixonada pela costura.

Por esta razão, durante o tempo que esteve à espera da data para defender a monografia, resolveu aprimorar essa paixão inscrevendo-se numa formação de Artesanato e Costura.

“Na formação aprendi a fazer bonecas tradicionais, bonecas destinadas a turistas e que estão, quase sempre nas feiras de artesanato. As bonecas tradicionais usam sempre roupas escuras e levam um pano amarrado à cintura”, começa a descrever.

Sem emprego, a jovem resolveu comercializar as bonecas com trajes tradicionais. Mas, a procura não foi tanta quanto esperava.

Em Outubro deste ano, Edmara Cunha resolveu experimentar algo diferente. Trocou as roupas tradicionais das bonecas, por cores mais vibrantes e roupas mais modernas e com nomes do público.

“No início, há dois anos, as bonecas não vendiam tanto como actualmente. A partir do momento que eu inovei e comecei a personalizá-las com nomes a venda aumentou. Comecei a confeccionar bonecas maiores, mudei a qualidade do produto e diversifiquei confeccionando também bonecos masculinos”, narra.

image

Desde então, revela, tem confeccionado cerca de 20 bonecas mensalmente. E agora para o natal recebeu 40 encomendas.

As bonecas maiores custam entre 750 e 800 escudos, enquanto as menores, para chaveiros, custam 400 escudos.

image

Cada boneca vem acompanhada de uma carta motivacional para o seu novo dono. Aliás, para Edmara Cunha, este é o principal diferencial do seu produto.

Concorda? Discorda? Dê-nos a sua opinião. Comente ou partilhe este artigo.

Autoria:Sheilla Ribeiro,17 dez 2020 11:53

Editado porAndre Amaral  em  17 dez 2020 23:02

1

pub.
pub.
pub.
pub.
pub.

Últimas no site

    Últimas na secção

      Populares na secção

        Populares no site

          pub.