Ford aprova uso de gasóleo à base de óleos usados

PorExpresso das Ilhas,28 jan 2020 8:52

A Ford aprovou o uso de óleo vegetal tratado com hidrogénio (HVO) no comercial Transit. Este gasóleo renovável é baseado em óleos usados, incluindo o óleo de cozinha usado, que pode ser obtido em restaurantes e outros estabelecimentos, e até em cozinhas domésticas.

O uso de HVO - ou gasóleo renovável -, ao contrário dos combustíveis fósseis convencionais, pode ajudar a melhorar a qualidade do ar: os gases de efeito de estufa podem ser reduzidos em até 90% em comparação com o gasóleo comum, enquanto veículos que funcionam com HVO emitem menos NOx e partículas do que outros veículos com motor Diesel, porque o combustível não contém enxofre ou oxigénio.

A Ford testou o HVO no seu motor EcoBlue 2.0 para garantir que não sejam necessárias modificações na mecânica para funcionar ou na manutenção requerida. Não foi necessário mais desenvolvimento do combustível antes de poder ser usado nos Ford Transit mais recentes. Os veículos a HVO podem funcionar a gasóleo convencional.

O HVO está à venda em postos de combustível seleccionados na Europa, principalmente na Escandinávia e nos países bálticos, onde pode ser oferecido na forma pura ou como uma mistura com o gasóleo normal. O combustível também foi adoptado por operadores de frota em outros mercados, para melhorar as suas credenciais ecológicas.

Empresas em toda a Europa recolhem óleo usado em restaurantes, empresas de catering e escolas. O RecOil, uma iniciativa da UE apoiada pela Comissão Europeia, está a trabalhar para aumentar a recolha desses resíduos e aumentar a produção de biodiesel.

Além disso, o HVO, que também incorpora resíduos de gordura animal e óleo de peixe, ajuda os motores Diesel a arrancar mais facilmente a baixas temperaturas. O processo de criação, que usa hidrogénio como catalisador, implica que o HVO queime combustível de maneira mais limpa que o biodiesel convencional e tenha uma vida útil mais longa.

Concorda? Discorda? Dê-nos a sua opinião. Comente ou partilhe este artigo.

Autoria:Expresso das Ilhas,28 jan 2020 8:52

Editado porSara Almeida  em  28 jan 2020 8:52

pub.
pub.
pub.
pub.

Últimas no site

    Últimas na secção

      Populares na secção

        Populares no site

          pub.