ROAM Air: Primeira moto eléctrica desenvolvida no continente africano

PorExpresso das Ilhas,29 ago 2022 10:39

A Roam Motors, empresa de Nairobi, no Quénia, especializada na conversão e veículos industriais e de todo-o-terreno, iniciou a pré-venda da sua moto Air, modelo 100% eléctrico pensada para oferecer versatilidade e robustez nas estradas de terra, e com a capacidade de transportar alguma carga por longas distâncias.

Simples e sem luxos supérfluos, a Air tem mecânica feita para resistir, por exemplo, conta com sistema de travagem de tambores, recurso simplificado e mais resistente e duradouro em condições de pó e outra sujidade.

Filip Lövström, sueco que é CEO e cofundador da Roam Air, explica que a moto africana foi pensada para diversas possibilidades de uso comercial, usando o compartimento onde estaria o depósito de combustível convencional para arrumar duas baterias, para uma autonomia conjunta a rondar os 180 km.

Cada uma destas baterias, extraíveis, tem 3,24 kWh de capacidade, que alimentam motor elétcrico capaz de atingir 90 km/h de velocidade máxima. O fabricante anuncia cerca de 4 horas para realizar um carregamento completo em tomada de 240 V.

image

A moto dispõe de cinco modos de condução, Eco, Standard, Power, Sport e Reverse (marcha atrás).

Para já, a moto eléctrica da Roam vende-se apenas no Quénia, mas o fabricante já anunciou a venda do modelo em todos os mercados relevantes do mundo.

No mercado africano, os preços da Air com uma só bateria (90 km de autonomia) arrancam nos 1500 euros, estando a versão com duas baterias (180 km de autonomia) disponível desde 2.050 euros. A produção ainda é limitada pelo que a compra obriga a um depósito no valor de 500 euros.

image

Concorda? Discorda? Dê-nos a sua opinião. Comente ou partilhe este artigo.

Tópicos

Quénia

Autoria:Expresso das Ilhas,29 ago 2022 10:39

Editado porSheilla Ribeiro  em  29 ago 2022 10:39

pub.
pub.
pub.
pub
pub.

Últimas no site

    Últimas na secção

      Populares na secção

        Populares no site

          pub.