Pelo menos 9000 civis mortos na batalha contra o Daesh em Mossul

PorLusa,20 dez 2017 10:18

Entre 9.000 e 11.000 civis morreram na batalha final para eliminar os extremistas do grupo autoproclamado Estado Islâmico (EI) de Mossul, a segunda maior cidade do Iraque, revela uma investigação da agência de notícias Associated Press (AP).

A taxa de mortes civis registada afigura-se quase dez vezes superior ao que foi anteriormente reportado, revela hoje a AP.

O Iraque ou as forças da coligação internacional são responsáveis pela morte de pelo menos 3.200 civis desde Outubro de 2016 até à queda do Estado Islâmico em Julho último, de acordo com a investigação da agência de notícias norte-americana AP que cruzou informações das listas das morgues e de múltiplas bases de dados de organizações não-governamentais.

A coligação internacional, que não enviou ninguém para Mossul para investigar, reconhece a responsabilidade por apenas 326 mortes.

Concorda? Discorda? Dê-nos a sua opinião. Comente ou partilhe este artigo.

Autoria:Lusa,20 dez 2017 10:18

Editado porNuno Andrade Ferreira  em  16 nov 2018 3:23

pub.
pub.
pub

Últimas no site

    Últimas na secção

      Populares na secção

        Populares no site

          pub.