Já estão contabilizados 22 mortos depois de colapso da ponte

PorExpresso das Ilhas,14 ago 2018 13:31

Numa nova actualização feita pelas autoridades italianas, estão já contabilizadas 22 vítimas mortais depois da queda de uma ponte em Génova. Adivinha-se "uma enorme tragédia", diz o ministro italiano das Infraestruturas e dos Transportes, Danilo Toninelli.

Num balanço actualizado feito pelo Ministério dos Transportes italiano, há pelo menos 22 mortos, entre os quais uma criança. Segundo o comandante da Protecção Civil, Angelo Borrelli, existem 13 feridos, cinco em estado grave, avança a agência noticiosa Ansa. Angelo Borrelli, citado pela Ansa, acrescenta ainda que "no momento do colapso, transitavam [na ponte] 30 a 35 carros e três veículos pesados" que terão caído de uma altura de 45 metros. "Teme-se uma grande tragédia", disse o ministro dos Transportes, Danilo Toninelli .

Há carros esmagados entre os destroços da ponte, e possivelmente alguns autocarros, diz a Ansa, citando a polícia e os socorristas que primeiro chegaram ao local do acidente. Quatro pessoas terão sido retiradas dos escombros com vida.

A estrutura passava por cima de vários edifícios, estradas e uma linha ferroviária. De acordo com o diário italiano La Repubblica, os serviços de emergência genoveses mobilizaram todos os seus meios para o local.

As causas do desastre são desconhecidas, embora os media italianos digam que se suspeita que houvesse uma falha estrutural no viaduto que tenha provocado o desabamento. O viaduto foi construído entre 1963 e 1967, diz o jornal Corriere della Sera, e terá sido alvo de obras de renovação em 2016, acrescenta a Reuters. No momento da queda, cerca das 08h30 (hora de Cabo Verde), caía uma tempestade sobre Génova, de acordo com os bombeiros.

O ministro do Interior, Matteo Salvini, também já fez a sua reacção. "Estamos a seguir ao minuto a situação do colapso da ponte de Génova, envio os meus agradecimentos aos mais de 200 bombeiros (e a todos os outros heróis) que estão a trabalhar para salvar vidas", escreveu, também no Twitter.

Concorda? Discorda? Dê-nos a sua opinião. Comente ou partilhe este artigo.

Autoria:Expresso das Ilhas,14 ago 2018 13:31

Editado porAndre Amaral  em  17 nov 2018 3:23

pub.
pub.
pub

Últimas no site

    Últimas na secção

      Populares na secção

        Populares no site

          pub.