Ameaça de morte contra magistrado italiano que investiga ministro Salvini

PorExpresso das Ilhas, Lusa,12 set 2018 17:03

O magistrado que desencadeou um inquérito contra o ministro do Interior italiano Matteo Salvini por sequestro de pessoas no âmbito do caso dos imigrantes bloqueados no navio Diciotti recebeu ameaças de mortes, referiam hoje os media.

Um envelope contendo uma bala de arma de guerra e uma mensagem referindo "pobre miserável estás na nossa mira" com o símbolo da Gladio, uma organização paramilitar italiana activa durante a Guerra Fria, foi enviada a Luigi Patronaggio, procurador em Agrigente, na Sicília, que no final de Agosto abriu um inquérito contra Salvini.

Patronaggio indiciou Salvini de "sequestro de pessoas, prisões ilegais e abuso de poder" por ter retido durante vários dias cerca de 140 migrantes a bordo do navio da guarda-costeira italiana Diciotti.

O 'dossier' foi, entretanto, transferido para a procuradoria de Palermo, capital da Sicília, que possui competência judicial face aos eventuais delitos cometidos por um ministro em exercício de funções.

O ministro italiano ficou conhecido pelas suas posições anti-imigração, ao fechar os portos de Itália, recusando o desembarque de navios de organizações humanitárias que socorram migrantes no Mediterrâneo, como foi o caso do Aquarius , com 629 pessoas a bordo.

Concorda? Discorda? Dê-nos a sua opinião. Comente ou partilhe este artigo.

Autoria:Expresso das Ilhas, Lusa,12 set 2018 17:03

Editado porNuno Andrade Ferreira  em  13 set 2018 7:09

pub.
pub

Últimas no site

    Últimas na secção

      Populares na secção

        Populares no site

          pub.