Divergências são "poucas, mas consideráveis", diz Theresa May

PorExpresso das Ilhas, Lusa,18 out 2018 16:53

A primeira-ministra britânica, Theresa May, afirmou hoje que as divergências entre o Reino Unido e a União Europeia sobre os termos do 'Brexit' são "poucas, mas consideráveis", mas reafirmou a confiança na conclusão de um acordo.

May falava à imprensa no final de uma cimeira europeia que deveria ter sido decisiva para o 'Brexit', mas em que se manteve o impasse em relação à fronteira irlandesa e em que ambas as partes concluíram que ainda são precisas semanas de trabalho para um acordo.

A primeira-ministra britânica tentou explicitar por outro lado a extensão "por meses" do período de transição, evocada na quarta-feira, e que suscitou fortes críticas entre os deputados mais eurocépticos do seu Partido Conservador.

May afirmou então que essa opção só seria activada caso não fosse possível fechar o acordo sobre a futura relação entre a UE e o Reino Unido até 31 de Dezembro de 2020, quando termina o período de transição.

Segundo afirmou hoje, o Governo britânico não propõe uma extensão, apenas admite que essa opção pode ajudar a resolver o problema da solução de recurso ('backstop') para a fronteira irlandesa.

"O que surgiu agora foi a ideia de que a opção de prolongar o período de aplicação [do acordo] pode ser uma solução para esta questão do 'backstop'", disse.

"Não estamos a propor uma extensão do período de transição. O que estamos a fazer é trabalhar para garantir que temos uma solução para a questão que neste momento está a impedir a conclusão do acordo", acrescentou, citada pela imprensa britânica.

Concorda? Discorda? Dê-nos a sua opinião. Comente ou partilhe este artigo.

Autoria:Expresso das Ilhas, Lusa,18 out 2018 16:53

Editado porAndre Amaral  em  10 jul 2019 23:22

pub.
pub.
pub.
pub.

Últimas no site

    Últimas na secção

      Populares na secção

        Populares no site

          pub.