Oposição turca alerta para manipulação na contagem de votos em Istambul

PorExpresso das Ilhas, Lusa,2 abr 2019 9:09

O Partido Popular Republicano da Turquia alerta para o perigo de manipulação na recontagem dos votos depois de os resultados preliminares das eleições autárquicas mostrarem a vitória da oposição em Istambul.

Depois de os resultados preliminares em Istambul indicarem a vitória do Partido Popular Republicano (CHP, na sigla original), a formação governamental pediu impugnação e a recontagem dos votos.

"Não vamos tolerar irregularidades durante a recontagem. Não vamos perder a eleição que ganhámos, apesar das injustas condições da campanha, por causa de conspirações do governo", disse à EFE Seyit Torun, um dos vice-presidentes do CHP.

Torun e vários dirigentes e deputados do partido concentraram-se hoje frente às instalações da Comissão Eleitoral em Istambul onde deve decorrer a recontagem dos mais de 300 mil votos que o Partido da Justiça e Desenvolvimento (AKP) do presidente Erdogan considera irregulares.

Na segunda-feira, a Comissão Eleitoral anunciou que depois de terem sido apurados 99% dos votos, o CHP tinha conseguido a vitória na autarquia de Istambul.

O AKP começou por reconhecer a vantagem, mas depois argumentou que a diferença de 25 mil votos era 10 vezes inferior ao número de votos inválidos e, por isso, exigiu a recontagem.

Torun disse que as irregularidades denunciadas pelo AKP têm como base as primeiras versões das atas que alegadamente continham erros e que foram revistas.

Ekrem Imamogliu, o candidato social-democrata e que pode vir a ser o novo autarca não islamita de Istambul desde 1994, pediu a todos os militantes do CHP para "ficarem alerta" e questionou a "sinceridade" do AKP.

Imamoglu acrescentou que a recontagem já foi concluída e que o partido da oposição atingiu a vitória pelo que pediu ao chefe de Estado a aceitar o resultado.

O prazo para apresentação de queixas sobre os resultados preliminares termina hoje.

Se as decisões dos conselhos locais e provinciais continuarem a ser impugnados os resultados definitivos só são anunciados pela Junta Eleitoral Suprema no dia 13 de Abril.

Aparentemente, as eleições de domingo que deveriam funcionar como um plebiscito sobre a gestão de Erdogan mas acabaram por ser uma derrota para o AKP.

Apesar do AKP e os partidos aliados terem conseguido o maior número de votos e autarquias a nível nacional o CHP conseguiu vencer nas principais cidades: Ancara, Antalya, Adana, Istambul e Mersin.

Para o AKP perder Istambul significa perder a capital económica e cultural do país, governada por partidos islamitas desde 1994, ano em que Erdogan venceu a autarquia.

Concorda? Discorda? Dê-nos a sua opinião. Comente ou partilhe este artigo.

Autoria:Expresso das Ilhas, Lusa,2 abr 2019 9:09

Editado porNuno Andrade Ferreira  em  15 set 2019 23:22

pub.
pub.

Últimas no site

    Últimas na secção

      Populares na secção

        Populares no site

          pub.