Joacine Katar Moreira, a primeira cabeça-de-lista negra, consegue eleição em Portugal

PorExpresso das Ilhas, Lusa,7 out 2019 8:29

Joacine Katar Moreira
Joacine Katar Moreira

​A cabeça de lista do Livre por Lisboa, eleita nas legislativas de domingo, em Portugal, afirmou que “não há lugar para extrema-direita no parlamento”, salientando que o seu partido será “a esquerda anti-fascista e anti-racista”.

“Não há lugar para extrema-direita no parlamento português”, gritou Joacine Katar Moreira no púlpito montado na Fábrica Braço de Prata, em Lisboa, após confirmar que tinha garantido a eleição.

A eleição de Joacine Katar Moreira, à Assembleia da República, foi confirmada às 00:25 de segunda-feira.

Moreira protagonizou uma inédita candidatura de uma mulher negra, na condição de cabeça-de-lista, a umas eleições legislativas, naquele país europeu. 

Doutorada em Estudos Africanos, Joacine Katar Moreira deixou a Guiné-Bissau, onde nasceu, e foi viver para Portugal, quando tinha oito anos. 

O PS venceu as eleições legislativas de domingo, em Portugal, com 36,65% dos votos e 106 deputados eleitos, segundo os resultados finais provisórios.

De acordo com dados da Secretaria-Geral do Ministério de Administração Interna - Administração Eleitoral, o PSD foi o segundo partido mais votado, com 27,90% dos votos e 77 deputados.

Elegeram ainda deputados para a Assembleia da República BE (9,67% dos votos e 19 deputados); CDU (6,46% e 12 deputados); CDS-PP (4,25% e 5 deputados); PAN (3,28% e 4 deputados); Chega (1,30% e 1 deputado); Iniciativa Liberal (1,29% e 1 deputado) e Livre (1,09% e 1 deputado).

O PS venceu sem maioria absoluta, para a qual precisaria de, pelo menos, 116 deputados.

Estão ainda por apurar quatro deputados, dois pelo círculo eleitoral da Europa e dois pelo círculo fora da Europa.

Concorda? Discorda? Dê-nos a sua opinião. Comente ou partilhe este artigo.

Autoria:Expresso das Ilhas, Lusa,7 out 2019 8:29

Editado porNuno Andrade Ferreira  em  22 out 2019 23:23

pub.
pub.

Últimas no site

    Últimas na secção

      Populares na secção

        Populares no site

          pub.