Estados Unidos detiveram um milhão de imigrantes ilegais em 2019

PorExpresso das Ilhas, Lusa,9 out 2019 8:34

​O número de imigrantes ilegais detidos nas fronteiras entre o México e os Estados Unidos cresceu 88% nos últimos 12 meses, atingindo cerca de um milhão de pessoas, revelou o Governo norte-americano.

O número de detenções de imigrantes ilegais nos Estados Unidos é o mais alto dos últimos 12 anos e está a preocupar as autoridades.

Para o director do Departamento de Alfândega e Protecção de Fronteiras, Mark Morgan, este aumento está a tornar a situação incomportável. 

“São números que nenhum sistema de imigração no mundo está preparado para lidar”, disse Mark Morgan, durante uma conferência de Imprensa na Casa Branca, referindo-se ao cerca de milhão de detenções durante o ano fiscal de 2019 (entre Outubro de 2018 e Setembro de 2019), quando comparado com o ano fiscal de 2018. 

Mark Morgan referiu, contudo, que a estratégia do Governo para travar os imigrantes ilegais está a dar resultados, demonstrados na queda verificada nos últimos meses. Em Setembro a guarda de fronteira dos EUA deteve 52.000 pessoas, menos 65 por centro comparando com o pico, atingido em Maio. 

Em Maio foram detidas 144 mil pessoas, incluindo um grupo de 1.036 pessoas que atravessou a fronteira em El Paso, no Texas, para se deixar deter pelas autoridades de fronteira.

O crescimento de 2019 contrasta com a tendência verificada nos quatro anos anteriores, quando se registou um declínio constante.

O Governo do México aceitou este ano deslocar milhares de militares para procurar travar as ondas de migrantes que se deslocam para os Estados Unidos a partir da América Central, depois de ter sido ameaçado com retaliações económicas pelo Governo norte-americano de Donald Trump. 

Concorda? Discorda? Dê-nos a sua opinião. Comente ou partilhe este artigo.

Autoria:Expresso das Ilhas, Lusa,9 out 2019 8:34

Editado porNuno Andrade Ferreira  em  22 out 2019 23:23

pub.
pub.

Últimas no site

    Últimas na secção

      Populares na secção

        Populares no site

          pub.