Trump reconhece derrota e promete transição ordeira

PorExpresso das Ilhas,7 jan 2021 9:30

O Presidente Donald Trump reconheceu pela primeira vez a sua derrota nas eleições de 3 de Novembro e anunciou que haveria uma "transição ordeira a 20 de Janeiro" após o Congresso ter concluído a contagem dos votos no início da quinta-feira certificando a vitória do Presidente eleito Joe Biden.

Conforme relata a Associated Press, o reconhecimento do Trump veio após um dia de caos e destruição no Capitólio, quando os seus apoiantes invadiram o Capitólio, forçaram os membros a esconderem-se e interromperam a contagem formal do congresso durante mais de seis horas.

"Embora discorde totalmente do resultado das eleições, e os factos confirmam-me, no entanto, haverá uma transição ordeira no dia 20 de Janeiro", disse Trump numa declaração publicada no Twitter pelo seu director dos meios de comunicação social. A conta pessoal de Trump no Twitter tinha sido bloqueada pela empresa de comunicação social por ter colocado mensagens que pareciam justificar o assalto à sede da democracia da nação.

Trump acrescentou: "Embora isto represente o fim do maior primeiro mandato na história presidencial, é apenas o início da nossa luta para Tornar a América Grande Novamente"!

Trump na quarta-feira tinha encorajado os seus apoiantes a marchar sobre o Capitólio para protestar contra as acções dos legisladores, e mais tarde apareceu para desculpar a violenta ocupação do Capitólio pela máfia, que forçou a sua entrada, colidiu com a polícia e saqueou escritórios.

Este reconhecimento de derrota vem contradizer a declaração feita ontem pelo presidente cessante dos EUA que tinha garantido que “nunca” admitiria a derrota nas eleições presidenciais.

“Nunca iremos desistir. Nunca iremos ceder”, disse Trump durante um comício perante milhares de manifestantes que se deslocaram a Washington para o apoiar.

Concorda? Discorda? Dê-nos a sua opinião. Comente ou partilhe este artigo.

Autoria:Expresso das Ilhas,7 jan 2021 9:30

Editado porAndre Amaral  em  25 set 2021 23:20

pub.

pub.
pub.

Últimas no site

    Últimas na secção

      Populares na secção

        Populares no site

          pub.