Cruz Vermelha automatiza jogos sociais

PorExpresso das Ilhas, Inforpress,6 set 2018 7:52

A automatização do Totoloto Nacional, Joker e Lotaria, prevista para 2019, vai modernizar o sector e permitir a participação de todos, no país e na diáspora. A expectativa é da Cruz Vermelha.

Em declarações à Inforpress, Arlindo de Carvalho, presidente da Cruz Vermelha de Cabo Verde (CVCV), explicou que a reforma do sector dos jogos sociais, prevê a automatização do processo.

“A automatização vai permitir que todos os cabo-verdianos, no país e na diáspora, joguem. Os nacionais têm dificuldades em jogar. Na Brava, os apostadores jogam até quarta-feira, na Boa Vista e Paul até quinta-feira, isto porque estamos condicionados com a questão da logística. Com a automatização do sector, todos poderão jogar e com a entrada da lei e com a autorização do Governo vamos introduzir novas modalidades de jogos sociais”, explicou.

Para a concretização do projecto criou-se um departamento de jogos e inovação.

“Os jogos sociais vão passar a funcionar com suporte informático electrónico, com recurso às novas tecnologias. Ao fazer uma aposta, o apostador fica habilitado e recebe um recibo na hora e quando se fizer a extracção ele recebe a comunicação de forma instantânea. Vamos ligar todo o sistema do jogo ao site da CVCV”, observou.

Recentemente, a Cruz Vermelha assinou um protocolo com o Banco Cabo-verdiano de Negócios (BCN). Uma das áreas de intervenção tem a ver com o apoio tecnológico que o banco vai disponibilizar à CVCV no domínio dos jogos sociais.

Concorda? Discorda? Dê-nos a sua opinião. Comente ou partilhe este artigo.

Autoria:Expresso das Ilhas, Inforpress,6 set 2018 7:52

Editado porNuno Andrade Ferreira  em  6 set 2018 12:32

pub.
pub

Últimas no site

    Últimas na secção

      Populares na secção

        Populares no site

          pub.