Get It Social continua a defender prioridade das redes sociais no marketing digital

PorChissana Magalhães,31 mai 2019 11:01

Depois de no ano passado ter conseguido encher o Auditório Nacional Jorge Barbosa e realizado uma extensão em Mindelo, regressa nesta sexta-feira (31) o Social Media Summit Cabo Verde. Nesta sua IV edição o mote original mantém-se: massificar as melhores práticas de marketing digital no uso das redes sociais.

São 248 mil no Facebook, 56.300 no Instagram e 73.000 no Messenger. Os dados referem-se aos primeiros meses de 2019, são da plataforma Napoleon Cat – que produz analytics e relatórios sobre internet data – e dizem respeito a Cabo Verde, país com pouco mais de 500 mil habitantes.

Cerca de metade da população de Cabo Verde usa o Facebook. É a rede social mais popular no país e onde cada vez mais empresas procuram estar. Segue-se o Instagram que nos últimos dois anos vem crescendo em força. Ciente disso a Get It Social, empresa cabo-verdiana de marketing digital, investe em mais uma edição do Social Media Summit, sempre com a missão de fazer chegar o be-a-bá do marketing para as redes sociais a um público cada vez mais vasto, mas sempre com as empresas nacionais como principal foco.

“O objectivo da Summit é ser uma plataforma de debate e aprendizagem, essencialmente sobre o mundo digital”, diz Aláudio Ramos, da Get It Social.

O marketteer recorda a primeira edição em 2014, onde reuniram um grupo de cerca de 20 pessoas, e o salto já na segunda edição, realizada na reitoria da Universidade de Cabo Verde em que o evento cresceu não só em quantidade de público mas também de projecção mediática.

“Paramos dois anos, para reflectir, e em 2018 voltamos com maior dimensão. Tivemos o auditório cheio, cerca de 400 pessoas”.

Tiveram também a presença do Ministro da Cultura e das Indústrias Criativas e do Primeiro-ministro. A participação de Ulisses Correia e Silva fez, naturalmente, crescer em prestígio o evento. Mas o impacto das intervenções, de modo geral, também fez-se sentir.

“Há algum tempo as redes sociais eram vistas apenas como entretenimento. Nós trabalhamos para mudar isso e penso que estamos a conseguir. O facto de agora ter surgido concorrência [à Get It Social] mostra o impacto”, aponta Ramos.

Impacto é ter também cada vez maior número de pessoas individuais, micro ou pequenas empresas, a recorrer às redes sociais para vender os seus produtos. E alguns já levam em conta aquilo que as regras do marketing para as redes sociais ditam: não é sobre o que se tem para vender, é sobre o que se tem a dar a ganhar a quem está a ouvi-lo e como mostrá-lo.

Convidados internacionais

Com a edição 2019 da Social Media Summit a Get It Social quer “dar um grande salto”. E isso está reflectido no leque de oradores convidados, onde se destacam dois especialistas em marketing digital vindos da Suécia, para além do próprio Vadini Ferreira, CEO e Digital Strategist da Get It Social e há largos anos radicado nesse país do Norte europeu.

Yousif Touza, CEO e co-fundador da Flype, a nível mundial a primeira plataforma de entregas internacionais com partilha de dados segura, é um dos convidados vindos da Suécia e estará na Social Medias Summit Cabo Verde para falar de Blockchain, uma tecnologia digital associada à Bitcoin e a bancos de dados.

A outra presença internacional é de Daniel Pagrotsky, empreendedor e fundador de um dos primeiros sites de recrutamento de graduados para o mercado de trabalho e especialista em publicidade online. Um investidor nato, Pagrotsky vem à procura de potenciais parcerias.

Estes e outros oradores estarão distribuídos em três painéis: Economia Digital, Turismo na Era Digital e Result Oriented Digital Marketing/Blockchain. A fechar, a talk de encerramento com o vice primeiro-ministro, Olavo Correia.

Conforme comunicação da Get It Social, os lugares colocados à disposição (300) esgotaram rapidamente, pelo que acabaram por disponibilizar mais 100 lugares. O que atesta que o interesse no evento e na sua temática estão em crescendo. O facto do acesso às conferências ser gratuito também contribui para este bom nível de participação.

“A Summit tem sido interessante. O balanço é positivo”, resume Aláudio Ramos que também vê esse interesse como resultado de um trabalho “invisível” que têm realizado ao longo do ano.

“Durante o ano temos ido às escolas e universidades para pequenas palestras, falar das boas práticas, mostrar as melhores ferramentas para tirar o melhor proveito desse meio. A conferência de sexta-feira é o culminar destas várias actividades”.

O marketteer acredita que estes encontros nas escolas e universidades também acabarão por ter reflexo no número de mulheres em destaque nesse meio. É que a presença feminina nestas quatro edições que já leva a Social Media Summit tem sido mínima, no que ao palco se refere.

A única oradora até aqui, e repetente, foi Nadine Fortes, a relatar a sua experiência com a marca Vaidosa D+ enquanto a digital influencer cabo-verdiana com maior número de seguidores. A explicação que os organizadores encontram para esta presença ainda tímida das mulheres enquanto criadoras de conteúdos digitais ou especialistas em marketing digital é de que a área é nova e portanto estar ainda a evoluir em todos os aspectos.

“Precisamos sensibilizar os decisores. Têm que ver [o marketing digital] como investimento e não como custo. É um processo que leva o seu tempo de maturação”, argumenta em resposta a uma situação comum e ainda um entrave na evolução do marketing digital no país, a de decisores que têm pressa em obter resultados.

“Tudo que é novo leva o seu tempo para se firmar”, reflecte Alaúdio Ramos para mais adiante acrescentar que na Get It Social acreditam que, neste sector, Cabo Verde está agora a ir no caminho certo. Ainda que possa estar a ir um pouco mais lentamente do que seria recomendável para quem já vai com atraso.

Texto originalmente publicado na edição impressa do expresso das ilhas nº 913 de 29 de Maio de 2019. 

Concorda? Discorda? Dê-nos a sua opinião. Comente ou partilhe este artigo.

Autoria:Chissana Magalhães,31 mai 2019 11:01

Editado porChissana Magalhães  em  1 jun 2019 11:31

pub.
pub.

Últimas no site

    Últimas na secção

      Populares na secção

        Populares no site

          pub.