​População manifesta contra deficiente ligação dos transportes aéreos e marítimos

PorExpresso das Ilhas, Inforpress,16 jun 2019 9:03

2

A população de São Nicolau saiu, este sábado, às ruas numa marcha cívica para protestar contra a actual situação dos transportes aéreo e marítimo que ligam a ilha a Cabo Verde e o resto do mundo.

Cerca de trezentas pessoas mobilizaram-se, nos dois municípios, para gritar numa só voz que “São Nicolau é Cabo Verde: Agora é hora”.

A marcha promovida por um grupo cívico de pessoas teve como objectivo protestar a “deficiente ligação” dos transportes aéreos e marítimos, o que tem levado a seu isolamento com Cabo Verde e o resto do mundo, prejudicando fortemente o seu desenvolvimento económico e turístico.

Em declarações à imprensa, Carla Fonseca, disse que esta marcha tinha em carteira várias reivindicações, designadamente, a questão da saúde, a falta de oportunidade para jovens o que tem levado a um êxodo para outras ilhas por falta de trabalho, a ruptura de artigos alimentares, mas preferiram, incidir sobretudo nos transportes aéreos.

Segundo a responsável, o custo elevado das passagens aéreas tem trazido vários constrangimentos às famílias, uma vez que, para sair de São Nicolau têm de comprar dois bilhetes, não podendo suportar os custos, o que classifica de “exorbitante e um abuso” por parte da transportadora nacional.

Para a responsável, a transportadora nacional deveria programar atempadamente seus voos sobretudo nesta época de verão em que as famílias aproveitam suas férias e muitos emigrantes tiveram de as cancelar por falta de ligação.

A concentração de populares tinha como objectivo aproveitar a provável presença do primeiro-ministro, Ulisses Correia e Silva e o ministro dos transportes, José Gonçalves, à ilha de São Nicolau confrontando-os, à chegada no aeroporto, com o problema das ligações aéreas e consequente isolamento da ilha, mas não aconteceu devido ao adiamento da viagem para esta segunda-feira, 17.

Entretanto, para a organizadora, apesar da ausência da comitiva governamental que não serviu para desmotivar a população de seus intentos, vão aproveitar a chegada esta segunda-feira para entregar um abaixo-assinado com a recolha de assinaturas de cidadãos nacionais e pessoal emigrante na Itália, Holanda e Portugal que abraçaram esta causa mostrando o seu descontentamento.

Segundo a responsável, a comissão organizadora vai pedir um encontro com o primeiro-ministro para confrontá-lo com as promessas do Governo para a ilha de São de Nicolau que não foram cumpridas.

“Vamos pedir um encontro com o primeiro-ministro, para confrontá-lo exigindo aquilo que foi prometido”, reforçou. “Nós estamos a exigir apenas aquilo que foi prometido nas campanhas” disse. A manifestação teve a sua concentração no Terreiro da Ribeira Brava até o aeródromo da Preguiça.

Concorda? Discorda? Dê-nos a sua opinião. Comente ou partilhe este artigo.

Autoria:Expresso das Ilhas, Inforpress,16 jun 2019 9:03

Editado porFretson Rocha  em  18 jun 2019 11:45

2

pub.
pub.

Últimas no site

    Últimas na secção

      Populares na secção

        Populares no site

          pub.