Fundação Sima Júlia forma 25 cuidadores de idosos

PorSheilla Ribeiro,17 fev 2021 10:55

Teresa Mascarenhas
Teresa Mascarenhas

A Fundação Sima Júlia promove, no próximo dia 20, em São Lourenço dos Órgãos um Workshop intitulado "O desafio do cuidador no atendimento humanizado". A formação destina-se a 25 voluntários que irão trabalhar num Centro de Dia e no atendimento domiciliar aos idosos do município.

“Como a fundação vai abrir as portas, neste momento, vamos preparar os nossos voluntários, os nossos colaboradores que vão trabalhar directamente com os idosos no domicílio e no Centro. Para nós, é necessário começar a trabalhar com uma certa firmeza, com os pés bem assentes no chão. Para isso, temos de capacitar, de formar e de orientar as pessoas que vão trabalhar directamente com os idosos”, explica ao Expresso das Ilhas Teresa Mascarenhas, presidente da Fundação.

O Workshop "O desafio do cuidador no atendimento humanizado", conforme Teresa Mascarenhas, visa trabalhar a empatia dos cuidadores, capacitando para um atendimento mais próximo e humanizado.

“É isso que os idosos querem, uma resposta humanizada, uma resposta atenciosa, respeitando a sua limitação, respeitando a pessoa em si. No nosso país não há tanta gente preparada para dar assistência aos idosos, mesmo as famílias em casa muitas vezes não têm essa formação”, refere.

A presidente da Fundação Sima Júlia afirma que é preciso que as pessoas percebam que, com a idade, as pessoas perdem as suas potencialidades quer a nível psicológico, físico, entre outros. Conforme defende, ao perceber as condições do idoso, poderão dar uma resposta adequada às suas necessidades.

“Muitas vezes quando o idoso perde a capacidade mental, física, auditiva, as famílias, ou os cuidadores, não percebem. Muitas vezes utilizam palavras inadequadas, por exemplo, quando um idoso começa a perder audição e começa a perguntar mais, por vezes as pessoas respondem "ouves o que queres". É isso que vamos trabalhar para poder orientar “, refere.

Devido às restrições impostas pela pandemia, nesta primeira fase apenas 25 voluntários estarão presentes no Workshop. Entretanto, a Fundação Sima Júlia vai contar com mais de 50 colaboradores espalhados pelas 22 comunidades de São Lourenço dos Órgãos.

“Há esse número grande de voluntários porque a patrona da fundação foi uma pessoa que dedicou toda a sua vida aos trabalhos voluntários nessas diversas comunidades de São Lourenço dos Órgãos. Também temos de ter uma equipa fixa para poder trabalhar com os voluntários e nesse sentido já estamos a trabalhar com várias instituições, com vários parceiros para podermos, em bloco, trabalhar a área da terceira idade, mas também as pessoas com deficiência, que passam pela mesma situação”, revela.

A Fundação Sima Júlia vai ter naquele município um Centro de Dia e prestar apoio domiciliar. Em conjunto com a Câmara Municipal de São Lourenço dos Órgãos vai abrir, em breve, um Centro de Reabilitação para pessoas com deficiências e idosos.

“As pessoas de São Lourenço dos Órgãos, para ter atendimento na área de fisioterapia e reabilitação, têm de se deslocar a Santa Catarina ou à cidade da Praia. Como recebemos da Espanha os equipamentos apropriados para essa área, queremos juntar o útil ao agradável e abrir um Centro de Reabilitação. Também vamos levar às comunidades actividades físicas e actividades de lazer”, anuncia.

Concorda? Discorda? Dê-nos a sua opinião. Comente ou partilhe este artigo.

Autoria:Sheilla Ribeiro,17 fev 2021 10:55

Editado porSara Almeida  em  18 fev 2021 8:11

pub.
pub.
pub.

pub.
pub.

Últimas no site

    Últimas na secção

      Populares na secção

        Populares no site

          pub.