Legislativas 2021: Quase 393 mil eleitores escolhem hoje 72 deputados

PorExpresso das Ilhas, Lusa,18 abr 2021 9:26

Quase 393 mil eleitores cabo-verdianos são chamados hoje às urnas para as sétimas eleições legislativas, escolhendo entre 597 candidatos de seis partidos os 72 deputados ao parlamento na próxima legislatura.

Nesta votação, que vai definir o Governo para os próximos cinco anos e que acontece num momento de recordes diários de novos infectados por covid-19 no país, os cabo-verdianos vão ter mais uma hora para votar, face às legislativas de 2016, com a abertura das mesas antecipada para as 7 horas de hoje como prevenção à pandemia.

A medida, tomada pela Comissão Nacional de Eleições (CNE), visa “garantir o cumprimento das normas sanitárias vigentes no país” e por outro lado “evitar a aglomeração de pessoas no dia da votação”.

Para estas eleições estão previstas 1.245 mesas de voto em todo o paíso, para um total de 340.241 eleitores inscritos, e 236 na diáspora, para 52.752 eleitores recenseados, segundo a CNE.

O número máximo de eleitores por mesa é fixado em 350 eleitores, para o território nacional, “tendo em vista minimizar os constrangimentos logísticos, nomeadamente a falta de edifícios públicos e de cidadãos para desempenharem as funções de membros de mesa de voto”, de acordo com a CNE.

Para garantir a segurança e proteção dos membros das mesas das assembleias de voto serão disponibilizadas a todos os elementos designados equipamentos de protecção individual, como máscara cirúrgica, viseira e luvas, “sendo obrigatório o seu uso durante o ato eleitoral”.

Aos eleitores será disponibilizado álcool gel para higienização das mãos à entrada de cada mesa de assembleia de voto, devendo os mesmos observar o distanciamento social mínimo de 1,5 metros nas filas junto às mesas das assembleias de voto, sendo ainda “priorizada” a votação dos eleitores que integram os grupos de risco, nomeadamente idosos e doentes crónicos.

A votação contará com cerca de 60 observadores da Comunidade Económica do Estados da África Ocidental (CEDEAO), segundo a CNE.

De acordo com os editais consultados pela Lusa, as listas que se apresentam aos eleitores contam com 597 candidatos, começando com 15, entre efectivos e suplentes, no círculo eleitoral da ilha do Maio, até aos 168 em Santiago-Sul.

Nestas eleições legislativas são eleitos para um mandato de cinco anos 72 deputados, dois dos quais pelo círculo de África, dois pelo círculo da América e dois pelo círculo da Europa e resto do mundo.

A ilha de Santiago vai eleger 33 dos 72 deputados nas eleições legislativas, contando com mais um deputado face à votação de 2016, conforme distribuição feita pela CNE após concluído o recenseamento eleitoral.

As estas legislativas concorrem, em todos os 13 círculos eleitorais no país e no estrangeiro, o Movimento para a Democracia (MpD), Partido Africano da Independência de Cabo Verde (PAICV) e União Cabo-verdiana Independente e Democrática (UCID), todos com representação parlamentar.

Depois, o Partido Popular concorre em cinco círculos, o Partido Social Democrata em quatro e o Partido do Trabalho e da Solidariedade em cinco.

O MpD, então na oposição, venceu com maioria absoluta (quase 54% dos votos) as eleições legislativas em 2016, afastando do poder, ao fim de 15 anos, o PAICV (ambos os partidos já venceram, cada um, três eleições legislativas).

Concorda? Discorda? Dê-nos a sua opinião. Comente ou partilhe este artigo.

Autoria:Expresso das Ilhas, Lusa,18 abr 2021 9:26

Editado porAntónio Monteiro  em  18 abr 2021 18:21

pub.
pub.
pub.

Últimas no site

    Últimas na secção

      Populares na secção

        Populares no site

          pub.