Cabo Verde recebe 150 mil doses de Astrazeneca doadas pela Eslovénia

PorExpresso das Ilhas,8 set 2021 10:37

O stock de vacinas contra a covid-19 foi reforçado esta semana com mais 150 mil doses, desta vez oferecidas pela Eslovénia. Conforme informa hoje o governo, as vacinas chegaram à Praia na passada sexta-feira, dia 3.

A oferta destas 150 mil doses de vacina da Astrazeneca já tinha sido anunciada pelo governo esloveno em Agosto. Na altura, o executivo daquele país explicou que a Eslovénia tem quantidades excedentárias de vacinas e quer assegurar que o maior número possível de pessoas seja vacinado, também para além das suas fronteiras, a fim de garantir uma maior protecção colectiva.

Doação feita, acertaram-se as questões logísticas, sendo que as vacinas chegaram  à cidade da Praia, no passado dia 03 de setembro, num voo da TAP.  Conforme nota do governo, a logística de transporte e acondicionamento das vacinas no trajeto Ljubljana– Lisboa – Praia, foi totalmente financiada pelo Instituto Camões.

Com estas vacinas, sobem para 559.050 as doses até agora recebidas por Cabo Verde. 

No mês passado, aquando do anuncio da doação da Eslovénia, Júlio Morais, Director Nacional da Política Externa, avançou em conversa com o Expresso das Ilhas, que eram também esperadas 56 mil doses de AstraZeneca oferecidas pelo Luxemburgo e cerca 200 mil doses da vacina Pfizer, fornecidas pelos Estados Unidos.

Cabo Verde tem intensificado a sua campanha de vacinação nas últimas semanas, sendo que até segunda-feira, 71,5% da sua população adulta está já vacinada com pelo menos uma dose, mas apenas 21, 8% está completamente imunizada.

Uma análise ao novos casos de covid-19 (que têm vindo a aumentar nas últimas semanas) mostra a importância de proceder à vacinação. 

“Apelamos as pessoas para a questão da vacinação porque temos estado a verificar que as pessoas que mais se internam e as pessoas que estão a morrer não foram vacinadas e também porque apresentam outras complicações. A taxa de ocupação hospitalar é de 34% e sobretudo de pessoas que não foram vacinadas”, informou o Director Nacional de Saúde, Jorge Barreto, esta segunda-feira, durante a conferência semanal sobre a situação epidemiológica no país. Desde início de Agosto até agora foram identificados 1800 casos de COVID-19 a nível nacional, dos quais 1440 não estavam vacinados, observou ainda

Concorda? Discorda? Dê-nos a sua opinião. Comente ou partilhe este artigo.

Autoria:Expresso das Ilhas,8 set 2021 10:37

Editado porSara Almeida  em  23 set 2021 11:19

pub.

pub.
pub.

Últimas no site

    Últimas na secção

      Populares na secção

        Populares no site

          pub.