Jovem de 22 anos de Mosteiros em prisão preventiva por furto qualificado

PorExpresso das Ilhas, Inforpress,20 out 2023 10:19

Um jovem de 22 anos, do concelho dos Mosteiros, ilha do Fogo, indiciado da prática de um crime de furto qualificado vai aguardar o desenrolar do processo, que continua em investigação, em prisão preventiva.

Esta foi a medida de coacção aplicada ao jovem que foi detido fora de flagrante delito a pedido do Ministério Público no âmbito da investigação de um auto em instrução registado na Procuradoria da República da comarca dos Mosteiros.

Apresentado, posteriormente, ao tribunal para o primeiro interrogatório judicial e por estarem em causa factos susceptíveis de integrarem a prática de um crime de furto qualificado, o tribunal dos Mosteiros, conforme o requerimento do Ministério Público aplicou a prisão preventiva como medida de coacção.

Ainda no município dos Mosteiros um outro jovem de 23 anos foi detido em flagrante delito e indiciado da prática de um crime de abuso sexual de criança e após submetido ao primeiro interrogatório judicial foram aplicados ao mesmo a proibição de contactar com a menor ofendida e apresentação periódica às autoridades como medidas de coacção.

Os dois processos continuam em investigação e por isso permanecem em segredo de justiça.

Na cidade de São Filipe agentes da Polícia Nacional da esquadra de São Filipe detiveram na noite de quarta-feira e na quinta-feira, alguns indivíduos que presumivelmente andavam a praticar roubos em algumas residências.

O comandante regional da PN, Fernando Tavares, contactado pela Inforpress disse que são quatro indivíduos que estão envolvidos, três dos quais estão detidos na esquadra de São Filipe e devem ser apresentados ao poder judicial ainda na manhã de hoje, sublinhando que o quarto elemento é um menor de idade e por isso não se encontrava detido nas instalações da polícia.

O comandante disse que pelo menos os casos de furto numa residência e numa unidade hoteleira estão esclarecidos e recuperados, mas a polícia encontrou outros produtos na posse do grupo e que presumivelmente provêm de furtos mas que ainda os donos não reivindicaram.

Concorda? Discorda? Dê-nos a sua opinião. Comente ou partilhe este artigo.

Autoria:Expresso das Ilhas, Inforpress,20 out 2023 10:19

Editado porAndre Amaral  em  3 mar 2024 23:28

pub.

pub.

pub
pub.

Últimas no site

    Últimas na secção

      Populares na secção

        Populares no site

          pub.