​Câmara do Sal inicia processo de realojamento das famílias de Alto Santa Cruz

PorExpresso das Ilhas, Inforpress,5 jul 2024 8:41

A Câmara Municipal do Sal já tem em curso o processo de realojamento das famílias do Alto Santa Cruz, contemplando nesta primeira fase, que se iniciou no passado dia 01 de Julho, mais de 300 agregados familiares.

Depois da experiência do bairro informal de Alto São João, agora é a vez de realojar também os moradores de Alto Santa Cruz, por haver necessidade de levar este processo a cabo por fases.

“Nesta primeira fase, são contempladas 300 famílias. Já iniciamos o processo também de realojamento, tudo está a decorrer de forma ordeira e já trazemos alguma experiência lá do bairro Alto São João, que foi também um sucesso”, explicou o vereador da área social, Jucelino Cardoso.

Conforme o responsável, as famílias estão a ser realojadas nos complexos habitacionais construídos ao pé de Alto Santa Cruz, “com toda a dignidade” que merecem.

Nesta fase, o vereador disse que o processo se iniciou no passado dia 01 de Julho, entendendo que serão necessários cerca de dois meses para terminar esta primeira parte.

Para as famílias que se encontram nas listas de não contemplados, Jucelino sublinhou que a autarquia, juntamente com o Governo, tem um outro programa complementar, para atribuição do terreno, em regime de direitos de superfície.

O mesmo destacou que estão contempladas neste bairro mais de 800 famílias, cadastradas até 2019, que fase a fase, vão sendo realojadas em habitações condignas.

“Mas isso não é só fazer o realojamento, depois vamos trabalhar a questão também de formação boa vizinhança, de como cuidar do património, mesmo na questão da protecção da criança, formação de gestão de pequenos negócios”, continuou.

Jucelino Cardoso sublinhou ainda que à medida que famílias vão ser realojadas, as barracas vão ser logo demolidas, em simultâneo, para evitar que sejam invadidas por outras pessoas.

Uma das primeiras beneficiárias nesta fase de realojamento, Helena Rosa, moradora do bairro há mais de 30 anos, não pôde deixar de mostrar a sua felicidade por poder-se mudar para uma casa que lhe proporciona melhores condições de vida.

“Estou tão feliz que esse dia chegou, depois de mais de 30 anos de espera e esse ano não vou passar a época das chuvas nesta casa (…) eu sei o que é viver aqui em Alto Santa cruz, com chuva, vento e a partir de hoje tudo isso muda”, expressou.

O programa de realojamento enquadra-se na política de erradicação dos assentamentos informais nas ilhas turísticas do Sal e da Boa Vista e no realojamento e protecção das famílias.

Concorda? Discorda? Dê-nos a sua opinião. Comente ou partilhe este artigo.

Autoria:Expresso das Ilhas, Inforpress,5 jul 2024 8:41

Editado porFretson Rocha  em  25 jul 2024 17:20

pub.

pub
pub.

Últimas no site

    Últimas na secção

      Populares na secção

        Populares no site

          pub.