Cimeira da CPLP mais cara do que o previsto

PorExpresso das Ilhas,17 jul 2018 17:29

Futuro do IILP vai ser discutido na Cimeira que decorre no hotel Hilton, no Sal
Futuro do IILP vai ser discutido na Cimeira que decorre no hotel Hilton, no Sal

Provisão inicial de 31 mil contos não foi suficiente e governo teve de injectar mais 12 mil contos para custear a realização da cimeira no Sal.

Decisão foi publicada esta segunda-feira no Boletim Oficial, onde se lê igualmente que vão ser investidos oito mil contos na recuperação da Casa Cor de Rosa, sede do Instituto Internacional da Língua Portuguesa.

Previstos inicialmente e inscritos no Orçamento do Estado para 2018 estavam pouco mais de 31 mil contos, dinheiro que se destinava a cobrir as despesas de realização da cimeira da CPLP que está a decorrer no Sal.

No entanto, segundo uma resolução publicada, esta segunda-feira, no Boletim Oficial, o governo refere que “com o aproximar da realização do evento” foram detectadas “novas necessidades” o que implicou o reforço da verba disponível em 12 mil contos.

“Este valor corresponde a parte do défice existente em termos de encargos assumidos”, acrescenta ainda o governo na Resolução publicada no Boletim Oficial.

Obras na Casa Cor de Rosa

No mesmo Boletim Oficial, o governo destaca ainda que vai proceder a obras de reabilitação da Casa Cor de Rosa, na Praia.

O edifício onde funciona o IILP vai ser alvo de obras no valor de 8 mil contos, tendo em vista a sua recuperação, melhorar as condições de realização de actividades. 

A Cimeira do Sal decorre até quarta-feira, no Sal. Durante o acto, Cabo Verde assumirá a presidência rotativa da CPLP, que exercerá durante dois anos.

Concorda? Discorda? Dê-nos a sua opinião. Comente ou partilhe este artigo.

Autoria:Expresso das Ilhas,17 jul 2018 17:29

Editado porAndre Amaral  em  14 nov 2018 3:23

pub.
pub

Últimas no site

    Últimas na secção

      Populares na secção

        Populares no site

          pub.