Morreu o Embaixador de Portugal em Cabo Verde

PorAndre Amaral,24 mai 2024 23:48

O Embaixador de Portugal em Cabo Verde, Paulo Lourenço, faleceu esta sexta-feira vítima de ataque cardíaco. Tinha 52 anos.

O diplomata português faleceu vítima de um ataque fulminante. Segundo informações oficiais Paulo Lourenço já tinha falecido quando deu entrada no Hospital Agostinho Neto, na Praia.

Segundo a agência Lusa, durante o dia, no exercício das suas funções, o diplomata participou em actividades públicas no centro histórico da Praia e na Escola Portuguesa de Cabo Verde.

Diversos membros do Governo, entre os quais o ministro dos Negócios Estrangeiros, Rui Figueiredo Soares, acompanharam durante a noite a equipa da embaixada portuguesa em Cabo Verde, no hospital, refere ainda a Lusa.

Diplomata de carreira desde 1995, Paulo Lourenço, de 52 anos, desempenhou funções nas embaixadas de Portugal em Luanda, Londres, Sarajevo e Belgrado. Entre 2012 e 2018 foi cônsul-geral em São Paulo.

Paulo Lourenço nasceu em 10 de Março de 1972, em Angola, e desde Fevereiro de 2020 chefiava a Direcção-Geral de Política de Defesa Nacional, funções nas quais negociou o novo programa-quadro de Defesa entre Portugal e Cabo Verde para o período 2022 a 2026.

Paulo Lourenço tinha sucedido a António Manuel Albuquerque de Vilhena Moniz do cargo de embaixador de Portugal.

"Uma enorme perda"

O Presidente da República, José Maria Neves lamentou, esta noite, a morte do diplomata português.

Numa nota publicada no Facebook, José Maria Neves diz que o desaparecimento de Paulo Lourenço é "uma enorme perda". 

"Um Homem culto, vigoroso e inovador", lembra o Presidente da República que recorda que Paulo Lourenço estava "a pôr novos e importantes pilares nas excelentes relações entre Cabo Verde e Portugal. Ficamos, todos nós, infinitamente mais pobres. Um grande amigo que parte para sempre, assim de repente, sem se despedir, descumprindo, desse modo, as regras diplomáticas. Deixa saudades e um vazio impreenchível. Até sempre, meu amigo! Descansa em paz, Senhor Embaixador! Ser-te-emos eternamente gratos pela amizade, por tudo o que fez, pelo seu irrepreensível legado. Os meus sentidos pêsames a Portugal, aos familiares e aos amigos!", lamenta o Presidente da República.

"Embaixador com elevado sentido de Estado"

Também o governo já reagiu à morte de Paulo Lourenço. 

Através de uma nota de pesar o governo nota que foi "com profunda tristeza que o Governo de Cabo Verde tomou conhecimento da morte do Embaixador da República de Portugal em Cabo Verde, Dr. Paulo Lourenço. Um Embaixador com elevado sentido de Estado, sempre atento e disponível para cooperar para o fortalecimento das relações entre Cabo Verde e Portugal, a todos níveis", lê-se na nota publicada no site do governo.

"Neste momento de dor e consternação, o Governo de Cabo Verde endereça ao Governo e ao povo de Portugal e em particular aos familiares do malogrado as suas mais profundas condolências", conclui a nota.


Concorda? Discorda? Dê-nos a sua opinião. Comente ou partilhe este artigo.

Autoria:Andre Amaral,24 mai 2024 23:48

Editado porAndre Amaral  em  18 jul 2024 23:28

pub.

pub
pub.

Últimas no site

    Últimas na secção

      Populares na secção

        Populares no site

          pub.