​Ministério da Educação nega alteração no calendário de provas do Ensino Básico Obrigatório

PorExpresso das Ilhas,27 mai 2022 14:01

O Ministério da Educação negou hoje ter feito qualquer alteração no calendário de provas do Ensino Básico Obrigatório, e sublinha que houve um ajuste nas provas concelhias, que em nada interfere com o calendário escolar.

Em conferência de imprensa, hoje, na Cidade da Praia, o Director Nacional de Educação, Adriano Moreno, respondeu à acusação doSindicato Nacional dos Professores (Sindep) de que o Governo estaria a ignorar os professores ao alterar o calendário de provas do Ensino Básico Obrigatório.

O Director Nacional de Educação esclareceu que devido ao atraso no comprimento de alguns objectivos estabelecidos no programa, foi reajustado a data das provas concelhias, e não o calendário escolar.

“O Ministério da Educação, legítima casa de todos os professores, tendo constatado nova tentativa de desinformação da classe docente, vem humildemente esclarecer que todas as actividades de avaliação final das aprendizagens no ensino básico obrigatório ocorrerão de 27 de Junho a 15 de Julho de acordo com o que está estipulado no calendário escolar”, informou

Segundo este responsável, há uma tentativa de “desinformação” e o Ministério da Educação tem trabalhado com os legítimos representantes dos professores, que “são os coordenadores de disciplinas e os subdirectores pedagógicos” no sentido de maximizar as aprendizagens dos alunos.

“Não há qualquer alteração no calendário. O que houve foi um ajuste nas provas concelhias, que terão lugar a partir do dia 27 mas que em nada interfere com o calendário escolar. Esta mudança se deve ao facto de que muitas escolas, não tendo cumprido os objectivos essenciais estabelecidos no programa, nós tivemos a necessidade de alterar as provas por uma semana”, explicou.

“Esperamos que toda classe docente perceba que a nossa única intenção é que neste momento haja paz e tranquilidade no funcionamento do sistema educativo e que todos tenham as condições para fazer as avaliações das aprendizagens neste clima de tranquilidade” disse.

O Director Nacional de Educação, acrescenta que o início das férias do pessoal docente dá-se no dia 18 de Julho, conforme previsto e o ano escolar termina a 29 de Julho conforme reza o calendário escolar.

Concorda? Discorda? Dê-nos a sua opinião. Comente ou partilhe este artigo.

Autoria:Expresso das Ilhas,27 mai 2022 14:01

Editado porAndre Amaral  em  28 mai 2022 6:44

pub.
pub.
pub.

pub.
pub.

Últimas no site

    Últimas na secção

      Populares na secção

        Populares no site

          pub.