“Este momento é histórico para o cinema em Cabo Verde” - Mário Benvido

PorDulcina Mendes,13 set 2018 7:09

O presidente da Associação de Cinema e Audiovisual de Cabo Verde (ACACV), Mário Benvido, considera que o financiamento de projectos audiovisuais é um momento histórico para o cinema em Cabo Verde.

Benvindo falava no lançamento do edital de cinema, que aconteceu esta quarta-feira, na cidade da Praia, num acto presidido pelo ministro da Cultura e das Indústrias Criativas, Abraão Vicente.

Trata-se de uma iniciativa da Associação de Cinema e Audiovisual de Cabo Verde que tem por objectivo fomentar o desenvolvimento do sector audiovisual e cinematográfico nacional.

O edital está enquadrado dentro do plano de actividades para o ano de 2018 e destina-se exclusivamente à produção de filmes documentários, filmes de ficção, filmes de animação, telefilmes e series televisivas.

Segundo Mário Benvindo, o edital tem duas particularidades: primeiro, discriminar positivamente mulheres, segundo, abranger outras regiões que não apenas os principais centros urbanos.

“A nossa ideia é trazer as pessoas que fazem cinema não só da Praia e Mindelo, mais sim de outras regiões, que normalmente não têm oportunidade de mostrar os seus talentos, sabemos que há muitos talentos escondidos na área de audiovisual, mas o que falta muitas vezes é o incentivo e apoio”, cita.

Com o edital, Mário Benvindo acredita que é dado um grande passo para o início do apoio ao cinema em Cabo Verde.

“Neste primeiro edital de cinema e audiovisual de Cabo Verde serão disponibilizados 2400 contos, sendo que cada projecto receberá 300 contos”, indica, avisando que o edital está disponível no site da associação, com todos os regulamentos.

Para Abraão Vicente, o edital está vocacionado para pequenas produções.

“Teremos no próximo ano um pacote de 20 mil contos para financiar as produções cabo-verdianas, a nossa ideia é não só atrair produções internacionais para Cabo Verde e criando condições em que o Estado criará isenções fiscais, mas essencialmente mecanismos para financiar as novas produções cabo-verdianas”, assegura.

Concorda? Discorda? Dê-nos a sua opinião. Comente ou partilhe este artigo.

Autoria:Dulcina Mendes,13 set 2018 7:09

Editado porNuno Andrade Ferreira  em  4 jun 2019 23:22

pub.
pub.
pub.
pub.

Últimas no site

    Últimas na secção

      Populares na secção

        Populares no site

          pub.