Sónia Lopes: espera encantar com “Pontas Soltas”

PorDulcina Mendes,6 abr 2019 9:35

​Depois de “Azul” e “Nhá Padás”, a cantora cabo-verdiana Sónia Lopes está em estúdio a preparar o seu novo Extended Play (EP) intitulado “Pontas Soltas” que deverá estar no mercado já no mês de Junho.

A artista, dona de uma voz suave e doce, já mostrou dois singles desse EP, “Todo Pasa” e “Nunca Mais”, e na próxima semana apresentará mais dois temas para dar a conhecer o trabalho antes do seu lançamento.

O single “Todo Pasa” é uma fusão que contou com os arranjos de Chalo Correia, guitarra de Ivan Medina, teclados e gaita de Khaly Raçamau, baixo de Vando Pereira, percussão de Galiano Neto, coro de Nilde Mulongo, cavaquinho do músico Zé Rui de Pina e mistura e masterização da XL Produções.

Já o single “Nunca Mais” que é uma bossa nova, contou com os arranjos, baixo e guitarra de Fábio Casmore, bateria e percussão de Mário Dhiniz, teclados de Giovanni Barbieri, Coros de Nilde Mulongo e a mistura e masterização foi feita por XL Produções.

Esses dois singles, já estão disponíveis no Youtube, e fazem parte do seu trabalho discográfico intitulado “Pontas Soltas”, conforme a cantora, terá seis músicas, sendo cinco da sua autoria.

“Pontas Soltas” é um trabalho discográfico com mistura e casamento entre ritmos muito alegres e vibrantes, que pretende encantar os cabo-verdianos e não só com os seus temas apaixonantes.

Segundo a cantora, este trabalho segue a mesma linha do EP “Nhá Padás”,lançado em 2016.“Só que esse outro trabalho era mais nostálgico. Esse é mais alegre e com ritmos mais quentes”.

Antes da saída do EP, Sónia Lopes pretende apresentar mais temas, que espera serem de agrado de todos. “Vou tirar um tema que é um bolero, ritmo cubano que incorpora raízes espanholas, e tenho mais uma música que é um cazucuta, ritmo angolano que casei com mandinga. Este `casamento` que Ivan Medina fez entre estes dois ritmos ficou muito bom. A coladeira será um último tema que irei tirar e será com chave de ouro”.

Neste trabalho onde a cantora revela o seu lado de compositora só tem um tema na língua cabo-verdiana, os restantes são em espanhol, inglês e português. “Escrever e interpretar o próprio tema tem um sabor especial. Consegues encaixar o tema à tua voz. Sentes mais satisfeita pois é algo que sai de dentro de ti e as coisas acabam por se encaixar melhor e consegues fazer as coisas de uma outra forma”.

Este trabalho surgiu num período muito bom da sua vida onde conseguiu desfrutar de bons momentos. “Foi uma celebração de renovação porque estava grávida e essa gravidez trouxe-me essa renovação, criatividade, coragem, abertura e liberdade musical”.

Acrescentou ainda que os seus temas fluiram num ambiente de calma e tranquilidade, num verdadeiro retiro, onde aproveitou melhor o tempo para pensar, sentir novas energias e produzir novos temas. “Para este trabalho a inspiração começou em casa pois com a gravidez fiquei muito canseira e no período de amamentação foi quando as coisas começaram a fluir e até já tenho temas para um próximo EP”.

O trabalho está a ser gravado entre Cabo Verde e Portugal e, conforme a cantora, está a decorrer num bom ritmo. “Desta vez as coisas estão a acontecer de uma forma mais tranquila”, acrescenta.

Lançamento

Em relação ao lançamento do seu novo EP, Sónia Lopes disse que será muito temático, sem avançar mais detalhes. “Gostaria de fazer algo bastante temático e criativo. Gosto de eventos mais intimistas, quero sentir o calor do público de modo a transmitir uma certa energia e haver fruição entre a artista e o público”.

Quanto à nossa música, considera que está muito criativa e que os nossos artistas estão a fazer o que realmente querem. “Temos muita fusão e cabe a mim dar a minha contribuição. E é bom que tenhamos variedade porque se formos todos pelo mesmo caminho a nossa música não terá muita graça. Agora temos muita variedade, o que é muito bom para nós artistas cabo-verdianos”.

Sónia Lopes Art

Além da música, Sónia Lopes tem outra paixão que é a arte, aliás ambos surgiram ao mesmo tempo. A sua primeira exposição de pintura começou na mesma época em que dava os primeiros passos na música e as duas expressões culturais andaram sempre de mãos dadas.

Sónia Lopes disse que antes pintava com mais nostalgia e mostrava as diferentes fases da vida de uma mulher. “Os meus quadros mostravam mais como era o sofrimento das mulheres. A colecção foi intitulada `Caracóis e lágrimas`, porque nós as mulheres mostramos muita coisa através do nosso cabelo”.

Dessa colecção, indica que ficou com alguns quadros que serão doados posteriormente a alguma instituição.

Assim como na música, a artista sublinha que a sua pintura também deu um salto. “Estou com uma pintura abstracta muito vibrante e colorida. Além disso criei um projecto que é trazer alegria positiva para as casas e para a vida das pessoas”.

Neste momento está a trabalhar no projecto Sónia Lopes Art. “Fiz uma colecção de quadros e cada um tem uma energia diferente e as pessoas podem identificar-se com esses trabalhos. Como muitas pessoas podem não comprar os quadros acabei por fazer réplicas nos porta-chaves, sacos e copos”.

A artista tem participado em algumas feiras de artesanato e disse que o seu projecto está a correr lindamente. “É muito gratificante receber mensagens das pessoas quando compram os meus produtos e depois relatam que tiveram sorte com eles”.

Sónia Lopes ainda não dispõe do seu próprio espaço para vender os seus produtos, mas através da sua página no Instagram os interessados podem fazer as suas encomendas. “Estou sempre a publicar e informar onde estou a vender os meus produtos e podem também entrar em contacto comigo e posso levar”.

A artista esteve no passado sábado, 30 de Março, no evento Expo Mulher que decorreu no restaurante Osteria N. 3, na Cidade da Praia, com a sua colecção “Arte, Vida e Carnaval”. Além de Sónia Lopes, também esteveram neste evento Negaroots, Criatividartes, Badia Natural Cosmetic, Ciohart, Izotika, Katu e Raizes, e a animação esteve a cargo da Dj Rita Miranda.

Texto originalmente publicado na edição impressa do expresso das ilhas nº 905 de 03 de Abril de 2019.

Concorda? Discorda? Dê-nos a sua opinião. Comente ou partilhe este artigo.

Autoria:Dulcina Mendes,6 abr 2019 9:35

Editado pormaria Fortes  em  4 jan 2020 23:21

pub.
pub
pub.

Últimas no site

    Últimas na secção

      Populares na secção

        Populares no site

          pub.