Já há estudo do impacto do AME na economia do país

PorDulcina Mendes,19 fev 2020 14:48

A organização do Atlantic Music Expo (AME) já tem o Estudo do impacto do evento na economia do país, que foi encomendado no ano passado.

A informação foi avançada pelo director-geral do AME, Augusto Veiga na conferência de imprensa de apresentação da 8ª edição do evento, que acontece de 13 a 16 de Abril, na cidade da Praia. 

“Recebemos esse estudo há poucos dias, estamos a analisar os números e dentro de duas semanas vamos apresentar esses dados e facultá-los aos nossos parceiros e à comunicação social, para poderem analisar e terem a noção do impacto do AME na economia do país”, afirma Augusto Veiga.

Em relação a esta edição do AME, conforme o director-geral, até este momento está confirmada a presença de 30 jornalistas internacionais de várias nacionalidades e 50 delegados, convidados pela organização. 

“Entretanto estamos a receber muitos pedidos de inscrição de jornalistas e delegados que querem vir por conta própria. O evento está a despertar muito interesse, e desde quinta-feira passada abrimos as inscrições no website do AME, para a inscrição de delegados, jornalistas e também para inscrição nos stands. Este ano estamos com muita procura”.

“Daqui a duas semanas vamos divulgar o organograma completo das actuações, conferências e a primeira lista dos delegados e jornalistas confirmados para o AME. Temos órgãos de comunicação social de grande valor a nível mundial e teremos 15 países representados nesse universo de jornalistas”, assegura.

Segundo Augusto Veiga, o AME 2020, está orçado em 18 mil contos, sendo que o governo, através do Fundo do Turismo entra com 10 mil contos. “Neste momento estamos em negociações com outros parceiros o que nos permite ter mais dois mil contos”.

A abertura do AME, à semelhança dos anos anteriores terá lugar na Assembleia Nacional. Nos dias seguintes, o Plateau receberá as conferências, workshops, showcase, daycase, feira, one-one meeting e no espaço Warehouse haverá a parte de showcase dos Djs.

Organizado pela Associação Cabo Verde Cultural, este evento contará com a presença de Gren Seme (França), Kanazoé Orkestra (Burkina Faso), Os Tubarões (Cabo Verde), Sucos Duo (Espanha), Nátche (Cabo Verde), Daniel Bellegarde (Haiti), Silvestre (Cabo Verde), Bruno Capinam (Brasil), Adé da Costa (Cabo Verde), Jessica Bongos (Nigéria), Jennifer Soledad (Cabo Verde), Banda Marino (Cabo Verde), Serge Ananou (Benin), Scuru Fitchadu (Cabo Verde/Portugal), Karlon Krioulo (Cabo Verde), Trakinuz (Cabo Verde), Oudji (Cabo Verde), King Abid (Tunísia), El Tabla (Ilhas Maurícias), Eneida Marta (Cabo Verde/Guiné-Bissau), H`São (Tchad/Canadá) e Azagua (Cabo Verde). 

A Noite Sacem estará a cargo de Cordas do Sol (Cabo Verde), Aurus (Ilhas Reunião) e Edgar Sekloka (Camarões e Benin).  

Concorda? Discorda? Dê-nos a sua opinião. Comente ou partilhe este artigo.

Autoria:Dulcina Mendes,19 fev 2020 14:48

Editado porSara Almeida  em  15 nov 2020 23:20

pub.

pub.
pub.
pub.

Últimas no site

    Últimas na secção

      Populares na secção

        Populares no site

          pub.