Cantos dos Lusíadas de Camões estão traduzidos em Língua Cabo-Verdiana

PorExpresso das Ilhas, Inforpress,10 jun 2020 14:46

O embaixador de Portugal em Cabo Verde realçou hoje a relação cultural existente entre os dois países destacando a tradução de uma parte dos Lusíadas de Luís de Camões em língua cabo-verdiana como uma das provas dessa conexão.

António Moniz, que enalteceu este gesto dos homens de cultura cabo-verdiana para demonstrar a importância que se atribui ao escritor português, no arquipélago, mencionou ainda que o dia 10 de Junho é também simbólico para Cabo Verde, pois nesse dia, no ano de 1887, nasceu o poeta cabo-verdiano António Januário Leite, para cem anos depois, em 1967, nascer o escritor José Luís Tavares.

O diplomata português fez essa leitura quando convidado a falar do papel do Instituto de Camões na promoção da língua portuguesa e na divulgação das obras de Camões.

“Luís de Camões foi e continua a ser uma das referências da nossa língua, e o Instituto Camões, nos últimos anos, sofreu algumas reestruturações com vista a reforçar a promoção da Língua Portuguesa no mundo e a reforçar a relevante área da cooperação”, acrescentou.

Lembrou ainda que o Instituto Camões gere, de momento, cerca de 130 milhões de Euros em projectos de cooperação delegada da União Europeia, que também têm o contributo financeiro daquele instituto.

Neste âmbito, considerou que o 10 de Junho deve ser celebrado em Portugal como Dia Nacional, mas também com “alguma intensidade” nos restantes países de língua oficial portuguesa, pela “forte afinidade” que existe a nível das suas sociedades, da língua portuguesa enquanto “língua pluricêntrica e da amizade”, que une esses países e povos.

Luís Vaz de Camões foi um poeta de Portugal, considerado uma das maiores figuras da literatura lusófona e um dos grandes poetas da tradição ocidental.

Conhecido pela sua obra “Os Lusíadas”, um poema épico que narra factos heróicos e os grandes feitos do povo português em suas navegações e guerras, o poeta nasceu em Lisboa, em 1524, e faleceu em 1580.

Concorda? Discorda? Dê-nos a sua opinião. Comente ou partilhe este artigo.

Autoria:Expresso das Ilhas, Inforpress,10 jun 2020 14:46

Editado porSara Almeida  em  1 jan 2021 23:20

pub.

pub.

Últimas no site

    Últimas na secção

      Populares na secção

        Populares no site

          pub.