​Cidade Velha contemplada com 17 mil contos para a valorização do Património Mundial da Humanidade

PorExpresso das Ilhas, Inforpress,13 jan 2022 6:32

A Cidade Velha está a ser contemplada com três projectos fundamentais para a nova dinâmica do seu circuito turístico, num montante global de aproximadamente 17 mil contos, suportado por financiamentos internacionais, visando a valorização do Património Mundial da Humanidade

Estes projectos consistem na reabilitação do Forte São Veríssimo, um monumento pouco conhecido dos cabo-verdianos, construído nos finais do século XVI e que terá sido utilizado como plataforma de tiro, tendo várias estruturas de defesa de constantes ataques de piratas, que vai ser agora restaurado com verbas do Fundo Mundial para o Património Africano em 15 mil dólares

Constam também o Programa de Empreendedorismo em Sítios do Património da Humanidade, financiado pelo UNESCO, através da Cooperação Japonesa, em 110 mil dólares e a Cidade Velha que se afigura como uma escolha restrita de cinco sítios, de entre uma larga candidatura pelo mundo.

O Governo pretende com esta iniciativa financiar um conjunto de projectos ligados ao empreendedorismo, ao artesanato, às guias históricas, à reabilitação de pequenos negócios ligados ao souvenir e circuitos históricos.

Já o projecto da musealização das ruínas da Igreja de Nossa Senhora da Conceição, construída entre 1466 e 1470, referenciada como a primeira construída de pedra e cal e que serviu de oratório para os habitantes senhoriais sediados no bairro de São Pedro, é financiado parcialmente pelo Instituto Camões em 15 mil euros.

O projecto do Forte São Veríssimo tem, igualmente, na sua essência a recuperação, reabilitação e a apresentação do espaço como um destino visitável e a sua reintrodução no circuito histórico.

Envolve o enquadramento da família, que vive parcialmente deste monumento, sendo que o Governo está em negociações para o arranque das obras de reabilitação e musealização das ruínas de Nossa Senhora de Conceição.

Para esta que é apresentada pelo ministro da Cultura e das Indústrias Criativas como a mais antiga igreja descoberta na Cidade Velha, “no terreno do ex-autarca Manuel de Pina, que liderou o processo de trazer uma universidade estrangeira para a escavação de forma a tornar explícitas estas ruínas”, o governante disse que está a formalizar a doação à Diocese de Santiago, por forma a iniciar as obras.

Estas obras, garante o ministro, arrancam já no final deste mês, a partir das obras do Forte São Veríssimo, sendo que os editais para o Programa de Empreendedorismo vão ser já lançados, para que os jovens empreendedores da Cidade Velha possam apresentar a sua candidatura, com projectos capazes de criar pequenos nichos de negócios ligados ao centro histórico e circuito turístico da Cidade Velha.

Concorda? Discorda? Dê-nos a sua opinião. Comente ou partilhe este artigo.

Autoria:Expresso das Ilhas, Inforpress,13 jan 2022 6:32

Editado porFretson Rocha  em  13 jan 2022 14:22

pub.

pub.

Últimas no site

    Últimas na secção

      Populares na secção

        Populares no site

          pub.