Agenda cultural nacional com 74 projectos seleccionados

PorDulcina Mendes,13 mai 2022 9:50

​O Ministério da Cultura e das Indústrias Criativas fez esta quinta-feira, 12, a apresentação da agenda cultural nacional, que surgiu no âmbito do Edital Fomento à Criação Artística Nacional aberto a 2 de Fevereiro deste ano.

A apresentação da agenda cultura nacional foi feita pela assessora de projectos, Vandrea Monteiro e pelo director Geral das Artes e das Indústrias Criativas, Adilson Gomes, em conferência de imprensa.

Segundo Vandrea Monteiro, a agenda cultural surgiu no âmbito do primeiro edital, que foi lançado no dia 3 de Fevereiro e terminou a 2 de Março, onde foram submetidos 206 projectos a nível nacional, sendo a maioria das ilhas de Santiago, São Vicente e Santo Antão.

“O valor total dos projectos recebidos é de 38 milhões de escudos, no entanto, o Ministério da Cultura e das Indústrias Criativas decidiu por este primeiro edital criar uma agenda cultural a nível nacional”, explica.

Neste sentido, foram seleccionados 74 projectos num orçamento que ronda sete mil milhões de escudos. E que foram seleccionados projectos na área da música, dança, moda, teatro, fotografia, artesanato, artes urbanas, literatura e festa de arte.

Vandrea Monteiro disse que destes 74 projectos seleccionados, a ilha de Santiago teve 32, São Vicente (18), Maio (três), Sal (dois), São Nicolau (um), Fogo (um) e Brava (um).

“No âmbito deste edital não receberam nenhum projecto da ilha da Boa Vista, mas o objectivo principal desta agenda cultural é também a descentralização, porque vamos ter projectos em todas as ilhas ”, indica.

E que já tem a agenda cultural para o mês de Maio. “O valor máximo para este edital é de 100 mil escudos para cada projecto. Tivemos apenas um projecto que rondou o valor de 60 mil escudos, mas esse foi o valor solicitado pelo promotor. Os outros projectos rondam 70, 80, 90 e 100 mil escudos”, cita.

Vandrea Monteiro afirmou que, a intenção de apresentar esta agenda cultural nacional, para este ano económico de 2022, também é uma forma de juntar a comunicação a estes projectos de forma a terem uma maior divulgação. “Vamos partilhar ao longo dos meses, a agenda cultural nacional de forma a termos presença mais assídua da comunicação social para a divulgação desses promotores e artistas que tem criado esses projectos maravilhosos”.

“Os 74 que foram seleccionados vão fazer parte do próximo edital e nem sequer precisam ser submetidos a candidatura novamente, pois já fazem parte da nossa base de dados e vão ser analisados posteriormente para o nosso próximo edital”, frisa.

Já Adilson Gomes explicou que vão pegar nesses projectos e completar com os grandes financiados pelo Ministério da Cultura e Governo, através do Fundo do Turismo. “Estamos a falar de projectos como AME, Festival Internacional de Teatro Sal EnCena. O Ministério vai assinar um protocolo com os festivais de teatro que acontecem aqui na ilha de Santiago, realizado pelo Fladu Fla, Mindelact, URDI, Kriol Urban Fest, Mindel Summer Jazz e Sal a Gosto”.

“Esta agenda cultural nacional já foi socializada com as câmara municipais para que estejam a par e saibam onde é que podem entrar com a logística, para fazer com que este projecto e essa agenda aconteça”, acrescenta.

Concorda? Discorda? Dê-nos a sua opinião. Comente ou partilhe este artigo.

Autoria:Dulcina Mendes,13 mai 2022 9:50

Editado porDulcina Mendes  em  25 mai 2022 11:19

pub.
pub.
pub.

pub.
pub.

Últimas no site

    Últimas na secção

      Populares na secção

        Populares no site

          pub.