Preliminar do Nacional Individual de Xadrez

PorExpresso das Ilhas,19 out 2019 8:02

O Mindelo assistiu, no passado fim-se-semana, à fase Preliminar do III Campeonato Nacional Individual Absoluto (CNIA) de Xadrez.

Na ilha do Monte Cara, vinte e quatro xadrezistas, durante três dias, disputaram os três lugares, que o torneio proporcionava, de acesso à final do CNIA deste ano, sendo que nesse lote de atletas se encontravam 3 campeões nacionais: o de Juvenis (Jason Lopes), o de Juniores (Luiz Moniz), e o de Veteranos (Luís Fernandes); 3 Campeões Regionais: de S. Vicente (Henry Fernandes), de S. Nicolau (Iliano Santos) e da Praia (Amaral Fortes) e o vice-campeão Regional do Sal (Jamilson Borges). 

A competição decorreu no H19 Seamen’s Clube e, pela primeira vez numa competição de xadrez realizada em Cabo Verde, quatro das partidas de cada sessão, foram transmitidas em directo, via internet, para todo o mundo, utilizando-se para o efeito o equipamento electrónico recentemente adquirido pela Federação Cabo-verdiana de Xadrez (FCX).

Neste torneio, cada jogador dispunha de uma hora e trinta minutos, com um incremento de 30 segundos por lance, para terminar a sua partida e foram realizadas cinco sessões, de acordo com o sistema suíço de emparceiramento. 

A prova foi arbitrada pelo FA (FIDE Arbiter) e presidente da FCX, Francisco Carapinha, que este ano tem feito um excelente percurso na arbitragem internacional: depois de ter sido um dos árbitros no Continental da Américas, realizado em Julho passado no Brasil e de ter sido árbitro adjunto no Campeonato Zonal de Equipas Sub-16 realizado o mês passado em S. Tomé e Príncipe, está agora a caminho de Portugal, onde será o árbitro adjunto do XIII Torneio Internacional da Figueira da Foz. 

Mas voltando à preliminar do CNIA 2019, onde Arlindo Barros, da Casa do Benfica da Praia, no final do torneio, ergueu o troféu de vencedor ao somar 4,5 pontos em 5 possíveis. Imediatamente a seguir ficaram António David Anes, também da Casa do Benfica da Praia e a fechar o pódio, Luís Barros da Associação de Moradores do Condomínio 1, ambos com 4 pontos. 

Estes três jogadores classificaram-se directamente para a final do CNIA 2019 e juntar-se-ão ao Campeão Nacional em título (Éder Pereira) e aos 2 melhores jogadores nacionais activos na lista de Ranting (Elo) da FIDE (Federação Internacional de Xadrez) que será publicada no início do próximo mês. 

No entanto, Luís Fernandes da Pinéu Chess, que também obteve 4 pontos nesta preliminar e acabou por se classificar em 4.º lugar devido aos critérios de desempate utilizados, poderá vir a ser também um dos finalistas do CNIA 2019, se se confirmar que um dos três primeiros classificados desta preliminar venha a ser um dos jogadores que ocupe um lugar na lista Elo FIDE de Novembro 2019 que lhe permita, por essa via, o acesso a essa final. 

Refira-se que a final está prevista realizar-se na cidade da Ribeira Brava, ilha de S. Nicolau, de 5 a 8 de Dezembro próximos e que aos 6 jogadores acima indicados, juntar-se-ão um xadrezista indicado pelo Comité Organizador Local e outro indicado pela Federação Cabo-verdiana de Xadrez (FCX) o que irá perfazer um total de oito jogadores. 

Estes oito competidores, disputarão entre si, num torneio round-robin (todos contra todos) a uma volta, o título de Campeão Nacional Individual Absoluto de 2019, na prova rainha do xadrez nacional, encerrando assim a terceira época desportiva da FCX.

Texto originalmente publicado na edição impressa do Expresso das Ilhas nº 933 de 16 de Outubro de 2019. 

Concorda? Discorda? Dê-nos a sua opinião. Comente ou partilhe este artigo.

Autoria:Expresso das Ilhas,19 out 2019 8:02

Editado porSara Almeida  em  19 out 2019 9:10

pub.
pub.
pub.
pub.
pub.

Últimas no site

    Últimas na secção

      Populares na secção

        Populares no site

          pub.