Andebol/Mundial Egipto 2021 : Instituto do Desporto lança campanha Dez Ilhas, um Sonho para apoiar selecção nacional de andebol

PorAntónio Monteiro,31 out 2020 8:29

A Selecção Nacional de Andebol vai participar pela primeira vez num Campeonato do Mundo de Andebol Seniores Masculinos. A prova máxima do andebol mundial terá lugar no Egipto, nas cidades do Cairo e Alexandria, entre os dias 13 e 31 de Janeiro de 2021 e terá a participação de 32 países, sendo transmitido para todo o mundo.

Para o presidente do Instituto do Desporto e da Juventude, Frederic Mbassa, a qualificação da selecção cabo-verdiana de andebol é um feito inédito na história do desporto colectivo em Cabo Verde, pois é a primeira vez que uma modalidade colectiva do desporto se qualifica para um mundial.

“Para nós, enquanto serviço central do desporto é uma honra e uma mais-valia participar neste mundial. Demonstra claramente que nós temos talento e que com trabalho, com afinco, com solidariedade, programação e organização chegaremos aos grandes palcos internacionais”.

Aliás, este é, como frisou, um dos objectivos do Instituto – trabalhar junto das federações para que Cabo Verde consiga atingir grandes palcos desportivos.

Para apoiar a selecção cabo-verdiana de andebol na campanha egípcia, o Instituto do Desporto e da Juventude assinou um protocolo de cooperação com a Federação Cabo-verdiana de Andebol que visa assegurar os encargos logísticos e financeiros para a participação da selecção cabo-verdiana no país das pirâmides.

Missão Cabo Verde no Mundial – Egipto’2021

Por outro lado, Instituto do Desporto e da Juventude lançou a campanha Missão Cabo Verde no Mundial – Egipto’2021 “Dez Ilhas, um Sonho” cujo objectivo primordial é criar a onda “Cabo Verde no Mundial – Egipto’2021”, promover o país e o andebol cabo-verdiano, a partir de um grande evento desportivo mundial, consolidar a nossa posição nos circuitos continental e mundial de andebol e valorizar o desporto nacional.

Dez Ilhas, um Sonho significa unir todas as ilhas e também a diáspora em torno de uma missão e de uma representação ao mais alto nível da nação cabo-verdiana na modalidade do andebol masculino seniores. Significa proporcionarmos todas as condições à selecção para que possa representar bem alto o nosso país e também esta modalidade”, ressalta o presidente do IDJ.

Neste sentido, Frederic Mbassa anunciou que o Instituto está a trabalhar a nível das instituições nacionais e com parceiros estrangeiros para assegurar todo o apoio à selecção nacional.

“Neste caso temos o Instituto Português do Desporto e da Juventude que nos tem apoiado imenso e estamos a trabalhar agora com várias empresas nacionais para a mobilização de todos os recursos para a participal da selecção nacional de andebol neste mundial”, frisou.

“É importante que toda a nação se una à volta da selecção”

Frederic Mbassa está confiante numa boa prestação da selecção nacional no mundial do Egipto e acredita que o combinado cabo-verdiano tem condições para competir com os melhores do mundo. “Já lá estamos, temos talento, temos condições, temos pessoas bem qualificadas à frente da federação cabo-verdiana de andebol e da selecção. Vamos acreditar que realmente conseguiremos competir ao mais alto nível. Para isso é importante que toda a nação se una à volta da nossa federação e da selecção”, motivou.

Quem também se mostrou convicto de uma boa prestação da selecção nacional é o presidente da Federação Cabo-verdiana de Andebol. Para Nelson Martins não se trata de uma missão impossível, pois a selecção qualificou-se por mérito próprio para a maior competição mundial da sua modalidade.

“Estamos lá por mérito próprio”

“Não é uma missão impossível. Estamos lá por mérito próprio, defrontamos os melhores da África; nos sete jogos que jogamos defrontamos os dez melhores no ranking da África. Só não jogamos contra Angola, que é a sexta melhor selecção da África, e contra o Egipto, actual número três. Jogamos contra todas essas equipas e ficamos em quinto lugar”, lembra Nelson Martins.

A 27ª edição do Campeonato do Mundo de Andebol Seniores Masculinos realiza-se no Egipto, nas cidades do Cairo e Alexandria, entre os dias 13 e 31 de Janeiro de 2021. Terá a participação de 32 países, sendo transmitido para todo o mundo via vários canais televisivos.

A selecção crioula está inserida neste mundial no Grupo A em que figuram as equipas da Alemanha, Uruguai e Hungria contra a qual fará o seu baptismo de fogo no dia 15 de Janeiro.

Segundo a organização, as três primeiras equipas de cada grupo de quatro num total 24 permanecem na prova principal, enquanto as últimas oito selecções baixam à Copa do Presidente.

Nelson Martins observou que apesar de estar inserida num grupo com equipas de nível mundial, a selecção nacional não vai ao Egipto para ver a banda passar. “O facto de sabermos que temos equipas fortíssimas no nosso grupo, não nos tira o desejo de competir. Não vamos ao Egipto servir de saco de pancada, vamos levantar os braços, vamos atacar, vamos defender e praticar o nosso andebol. Seja o que for o resultado, não vamos só para participar”, garantiu o presidente da Federação Cabo-verdiana de Andebol.

Fredy Wilson dos Santos, um jovem lateral esquerdo que milita do Atlético Clube do Mindelo, é um dos cinco jogadores residentes convocados pelo seleccionador nacional para o estágio em Portugal que decorre de 2 a 8 de Novembro de preparação para o campeonato do mundo.

Este jovem promessa do andebol cabo-verdiano acredita que vai fazer um bom estágio e quiçá integrar a equipa que irá ao mundial do Egipto.

“Para mim é a realização de um sonho poder participar na maior prova do andebol mundial. É um grande orgulho estar na pré-selecção e irei dar o meu melhor para poder fazer parte da lista final dos convocados”. 

Texto originalmente publicado na edição impressa do Expresso das Ilhas nº 987 de 28 de Outubro de 2020. 

Concorda? Discorda? Dê-nos a sua opinião. Comente ou partilhe este artigo.

Autoria:António Monteiro,31 out 2020 8:29

Editado pormaria Fortes  em  12 jun 2021 23:21

pub.
pub.
pub.
pub.

Últimas no site

    Últimas na secção

      Populares na secção

        Populares no site

          pub.