Desembaraço de pequenas encomendas poderá ficar mais rápido

PorExpresso das Ilhas, Inforpress,28 mai 2019 17:08

​O director-geral das Alfândegas, João Vitorino Correia, acredita que a introdução de scanners nas alfândegas vai proporcionar “maior segurança” no desembaraço aduaneiro das remessas familiares e tornará “mais célere” todo o processo.

“A partir da introdução de scanners, vamos fazer triagem de volumes que podem ser abertos e, em função da análise que se fizer, parte da mercadoria seleccionada para ser aberta será submetida a este procedimento e as restantes serão submetidas ao valor correspondente e saem logo”, explicou João Vitorino.

João Vitorino Correia falava à imprensa à margem da visita que o vice-primeiro-ministro e ministro das Finanças, Olavo Correia realizou esta manhã aos serviços da Alfândega da Praia.

Concorda? Discorda? Dê-nos a sua opinião. Comente ou partilhe este artigo.

Autoria:Expresso das Ilhas, Inforpress,28 mai 2019 17:08

Editado porNuno Andrade Ferreira  em  24 fev 2020 23:21

pub.

pub.
pub.

Últimas no site

    Últimas na secção

      Populares na secção

        Populares no site

          pub.