4G chega a quase 40% da população

PorSheilla Ribeiro,16 jan 2020 17:02

osé Luís do Livramento
osé Luís do Livramento

O Presidente do Conselho de Administração (PCA) da Cabo Verde Telecom, José Luís do Livramento, disse hoje que o 4G está a funcionar bem e que actualmente já chega a quase 40% da população. Para 2020, a empresa tem planos para dotar o país de 5G.

A informação foi avançada à imprensa por José Luís do Livramento, à margem da cerimónia de assinatura de protocolo entre a Universidade de Cabo Verde (Uni-CV) e a Cabo Verde Telecom.

“Não sou eu que o digo. Nós temos todos os dias, acções de recolha de informações, seja através do nosso contact center, seja através das próprias reclamações que recebemos dos nossos clientes, mas também, através de inquéritos que nós fazemos aos nossos clientes, portanto, aquilo que nos dizem é que temos uma boa capacidade de cobertura”, disse.

A mesma fonte avançou que a cobertura 4G já chega a quase 40% da população, com uma velocidade que ultrapassa os 6 megas, a velocidade mínima exigida pela ARME.

“Nós estamos acima dos 10 megas, 15 megas e às vezes até 20, 30 megas quando a carga é menor. Portanto essa velocidade vária com a carga. Daí que vamos continuar a investir muito fortemente no 4G”, afirmou.

De acordo com o PCA, a CV Telecom já tem o programa de investimento para 2020 e está a pensar em dotar o país do 5G, de modo a que não seja dos últimos países a implementá-lo, como aconteceu com o 4G.

“Para que não aconteça isso, o Governo está a apostar em trazer rapidamente o 5G e a CV Telecom está a responder a isso e já tem planos para o 5G ainda para este ano”, disse.

Relativamente ao protocolo com a universidade pública, a reitora, Judite Nascimento, fez saber que conjuntamente com a CV Telecom, a Uni-CV está a desenvolver um projecto de inclusão na instituição, com implicações a nível de software, equipamentos ligados a diferentes tipos de necessidades especiais e com soluções para a integração de pessoas com diferentes necessidades especiais. Além disso, as duas instituições, conforme fez saber a mesma fonte, estão a trabalhar na montagem do sistema de formação a distância.

“Em terceiro lugar, nós vamos transitar para o novo campus e vamos ter a necessidade de também transferir para o novo campus algum do potencial de equipamentos, de infra-estruturas que nós já desenvolvemos com diferentes parceiros, incluindo a CV Telecom”, informou a reitora.

Concorda? Discorda? Dê-nos a sua opinião. Comente ou partilhe este artigo.

Autoria:Sheilla Ribeiro,16 jan 2020 17:02

Editado porSara Almeida  em  17 jan 2020 6:46

pub.

pub.

Últimas no site

    Últimas na secção

      Populares na secção

        Populares no site

          pub.