Primeiro-ministro anuncia ligações áreas com Guiné-Bissau através da BestFly

PorSheilla Ribeiro,9 mai 2022 18:42

O Primeiro-ministro, Ulisses Correia e Silva anunciou esta segunda-feira que assinou, com a Guiné-Bissau três instrumentos jurídicos de cooperação e anunciou, para breve, o início de ligações áreas regulares entre os dois países através da BestyFly Cabo Verde.

O anúncio foi feito na página oficial do Primeiro-ministro no Facebook, numa publicação sobre a sua visita oficial àquele país.

“Com a Guiné-Bissau, assinámos hoje, três instrumentos jurídicos de cooperação e anunciamos, durante o encontro bilateral alargado que mantivemos hoje, entre as Delegações cabo-verdiana e guineense, o início em breve de ligações áreas regulares entre os dois países. Será através da BestFly Cabo Verde que já adquiriu um aparelho para o efeito. A ideia é fazer Praia - Bissau, ou ainda Bissau- Praia- Portugal, visando a circulação de pessoas, facilitar a mobilidade e estreitar ainda mais as relações”, escreveu.

Quanto aos acordos assinados, o governante disse que abrangem o Ensino Superior, a Economia Digital e um Acordo de Livre exercício de actividades remuneradas por parte de familiares dependentes do pessoal diplomático, consular, administrativo e técnico de Missões Diplomáticas e Postos Consulares.

Decidiu-se ainda activar a Comissão Mista entre Cabo Verde e Guiné-Bissau, criada desde 2015, mas que nunca foi operacionalizada.

“A primeira [reunião] realiza-se já no próximo ano, em Cabo Verde, e de dois em dois anos, vamos alternando entre os dois países, visando o reforço do diálogo político, institucional, da cooperação empresarial e ter rotinas de trabalho e de avaliação das ações”, afirmou.

Segundo o Primeiro-ministro marcou-se um momento de viragem na parceria estratégica com perspectivas para a sua diversificação no domínio dos Transportes áreas e marítimos, nas energias renováveis e no Turismo, onde os dois países têm um potencial de mercado interessante a nível dos hotéis que consomem frutas, hortícolas, peixes, camarão.

“Enfim há possibilidade desses produtos chegarem ao mercado cabo-verdiano, por um processo de certificação, embalagem e distribuição. Assim a Guiné-Bissau pode exportar para Cabo Verde assim como é nossa ambição exportar produtos transformados para este país”, frisou.

Ulisses Correia e Silva iniciou esta segunda-feira uma vista de amizade e trabalho à Guiné-Bissau para reforçar as relações bilaterais e o diálogo político entre os dois países.

Na terça-feira, último dia da visita, o primeiro-ministro cabo-verdiano começa o dia com uma visita à Escola Nacional da Administração, onde dará uma palestra dedicada ao tema “Estabilidade e Desenvolvimento”, e à Faculdade de Medicina, estando também previsto um encontro com a comunidade cabo-verdiana.

Concorda? Discorda? Dê-nos a sua opinião. Comente ou partilhe este artigo.

Autoria:Sheilla Ribeiro,9 mai 2022 18:42

Editado porAndre Amaral  em  10 mai 2022 12:21

pub.
pub.
pub.

pub.
pub.

Últimas no site

    Últimas na secção

      Populares na secção

        Populares no site

          pub.