Governo apoia aquisição de motores, construção e reparação de embarcações de pesca artesanal

PorSheilla Ribeiro,10 jun 2022 17:19

O Ministério do Mar lança no próximo mês um edital para a compra de motores, para a construção e reparação de embarcações de pesca artesanal. Para as peixeiras, será lançado, no mesmo edital, a possibilidade de aquisição de malas térmicas.

O anúncio foi feito hoje aos jornalistas pelo director Nacional das Pescas e Aquacultura, Albertino Martins, após a apresentação da linha de crédito de apoio à pesca na Praia.

“A partir do próximo mês, vamos lançar um outro edital para a compra de motores para a construção e reparação de embarcações de pesca artesanal. Para as peixeiras vamos lançar, no mesmo edital, a possibilidade de aquisição de malas térmicas. Aqui, uma vez que o fundo perdido das pescas já acabou, a ideia é fazer com que os pescadores possam participar com 50%”, disse.

Ou seja, o Ministério, através do Fundo Autónomo de Pesca financia a totalidade da compra do motor, da reparação ou da construção de uma nova embarcação de pesca artesanal, e assina um contrato com o armador em função da sua rentabilidade mensal, que paga os 50% de volta.

Isto, conforme o director, para que o Ministério possa financiar os próximos pedidos.

Quanto à linha de crédito para a fibragem das embarcações que decorre desde o dia 1, Albertino Martins disse que já estão a ser analisados os pedidos.

“Entendemos que muitas embarcações de pescas artesanais não têm fibra devido e fibra devido para além de aumentar a segurança, a durabilidade da própria embarcação, também vai ajudar no custo da actividade pesqueira. Porque uma embarcação com fibra devido desloca com maior velocidade, chega aos cardumes com maior velocidade e poupa combustível. Acaba por aumentar a rentabilidade da própria pesca e o rendimento dos pescadores”, argumentou.

Conforme explicou, para o edital da fibragem o teto é de 100 mil escudos por ser quase a totalidade do investimento.

“Ou seja, temos a consciência que uma embarcação de 4 ou 5 metros, não é necessário 100 contos para fibra-la. Temos as facturas e e as embarcações de 4, 5 ou mesmo 7 metros é inferior a 100. Pusemos um teto porque muitas vezes as pessoas possam ter uma embarcação maior se ultrapassar os 100 contos isso é o aporte do próprio armador”, especificou.

Concorda? Discorda? Dê-nos a sua opinião. Comente ou partilhe este artigo.

Tópicos

pesca

Autoria:Sheilla Ribeiro,10 jun 2022 17:19

Editado porSheilla Ribeiro  em  11 jun 2022 9:58

pub.
pub.
pub.

pub.
pub.

Últimas no site

    Últimas na secção

      Populares na secção

        Populares no site

          pub.