Empresas geraram 355 milhões de contos em volume de negócios durante ano de 2022 – INE

PorExpresso das Ilhas, Inforpress,12 jan 2024 16:10

Os resultados do recenseamento empresarial realizado em Setembro de 2023 divulgados hoje pelo Instituto Nacional de Estatística (INE) apontam que as 18.160 empresas que existiam no país no ano de 2022 geraram 355 milhões de contos em lucro.

Em conferência de imprensa, o coordenador das Estatísticas Empresariais e Índices do INE, Nataniel Barros, indicou que as empresas empregavam um total de 93.230 trabalhadores, sendo 89.022 remunerados e 4.208 não remunerados pela organização.

Os dados compilados através de um estudo realizado pelos técnicos do instituto em Setembro de 2023 referente ao ano de 2022 mostraram que das 18 mil empresas 46,5 por cento (%), equivalente a 8.439, estão sediadas na ilha de Santiago, seguida de São Vicente e Sal com 16,8 % e 14,2%, respectivamente, e as restantes ilhas com 22,5 %.

As estatísticas revelaram que apenas 22,9 % tinham a contabilidade organizada, isto é, conforme explicou, não apresentaram um relatório de contos e os mapas, contudo tem um contabilista responsável pelas finanças.

As empresas em nome individual e sociedade unipessoal por quotas representam 66,8 % do total das empresas, acrescentando que 36,4 % das empresas exercem a actividade do comércio a grosso e retalho e reparação de veículos automóveis e motociclos, 12,3 % se dedicam ao serviço dos transportes e armazenagem, 18,2 % estão fixadas nos alojamentos e restauração, enquanto a indústria transformadora é exercida por 13,4 % das empresas.

“As actividades administrativas e dos serviços de apoio garantem emprego de 11,7 % de pessoas ao serviço das empresas, a actividade de transportes e armazenagem emprega 10,4 % e a actividade de construção 6,4 %” referiu, avançando que as actividades a grosso e retalho e reparação de veículos registam 49 % do volume de negócios.

“A actividade de alojamento e restauração representa 10,0 % do volume de negócios, as indústrias transformadoras representam 8,7 % e a actividade de transportes e armazenagem de 6,9 %” prosseguiu, realçando que 77,1 % das empresas são chefiadas por homens.

Relactivamente ao volume de negócios, Nataniel Barros avançou que 39,1 % são garantidos pelas empresas na ilha de Santiago, enquanto Sal e São Vicente representam 34,0 % e 18,3 %, e as ilhas restantes com apenas 8,7 %.

Os dados confirmaram que há mais trabalhadores do sexo masculino do que o feminino e que as ilhas Brava e Maio têm maior representação das mulheres, 49,0 % e 48,3 %, respectivamente.

A directora de Estatísticas Económicas e Empresarias do INE, Olga Cruz, enalteceu o trabalho dos técnicos, salientando que foram recrutados agentes recenseadores e supervisores com representação nos conselhos para “que tudo fosse realizado” dentro do tempo programado.

Concorda? Discorda? Dê-nos a sua opinião. Comente ou partilhe este artigo.

Tópicos

INE Empresas

Autoria:Expresso das Ilhas, Inforpress,12 jan 2024 16:10

Editado porAndre Amaral  em  19 mai 2024 23:29

pub.

pub.

pub
pub.

Últimas no site

    Últimas na secção

      Populares na secção

        Populares no site

          pub.