COVID-19: Mais um caso positivo em Cabo Verde

Destaques da edição 945

PorExpresso das Ilhas,8 jan 2020 0:04

Nesta edição, o Expresso das Ilhas destaca São Vicente: Morte de três crianças em barraca relança debate sobre problemas habitacionais.

O ano começou com a notícia trágica da morte de três crianças, num incêndio numa ‘casa de tambor’, na localidade de Pedra Rolada, ilha de São Vicente. Além das vítimas mortais, o incêndio, na madrugada de dia 1, deixou quatro pessoas hospitalizadas, com ferimentos causados por queimaduras e inalação de fumos. As circunstâncias em que que se deu o acidente relançaram o debate sobre as condições de precariedade em que ainda vivem muitos milhares de famílias em todo o país.

Sozinhos em casa... a vida dos filhos das rabidantes. Se ganhar o pão de cada dia é importante, torna-se também necessário prestar atenção aos filhos, que muitas vezes ficam sujeitos a fazer más escolhas por falta de orientação.

Ainda a hidroponia: Fazer crescer comida sem terra. Cabo Verde foi o primeiro país africano a ter hidroponia, mas por várias razões a técnica do cultivo sem solo nunca foi explorado na sua plenitude no arquipélago. O pioneiro foi o engenheiro brasileiro Sérgio Roque, descendente de cabo-verdianos, que iniciou o seu negócio agrícola em São Domingos, há quase duas décadas.

Também neste número, a Morte de Giovani Rodrigues: Polícia Judiciária já identificou os suspeitos. A Polícia Judiciária portuguesa já interrogou cerca de 15 suspeitos de estarem envolvidos na morte do estudante cabo-verdiano, natural da ilha Fogo, Luís Giovani Rodrigues, em Bragança, Portugal. As autoridades portuguesas ainda esperam pela conclusão de todos os exames forenses, adicionais à autópsia, para esclarecerem as circunstâncias da morte e, assim, prosseguir com as investigações.

Parlamento: Joana Rosa e Rui Semedo divergem nos resultados dos transportes e da economia marítima. O debate com o Ministro do Turismo e Transportes e Ministro da Economia Marítima marca esta quarta-feira a primeira sessão parlamentar de 2020.

Bruma Seca dá tréguas ao país depois de afectar dezenas de operações aeroportuárias. Os fortes ventos que deverão permanecer no arquipélago até ao final desta semana, com rajadas ocasionais que poderão ultrapassar os 60 km por hora, chegam em tempo oportuno para dissipar a tempestade de poeira que, durante mais de sete dias, trouxe inúmeras dores de cabeça para passageiros, operadores turísticos e para a navegação aérea.

No interior, a opinião de Casimiro de Pina, Em democracia não há intocáveis, nem, muito menos, culto de personalidade; de João Alves Mendes, Breve leitura da Lei do Orçamento do Estado 2020 com ênfase no sistema fiscal; de Dina Salústio, Palavras de silêncio; e de Adriana Carvalho, Espaços com história (III). 

Concorda? Discorda? Dê-nos a sua opinião. Comente ou partilhe este artigo.

Autoria:Expresso das Ilhas,8 jan 2020 0:04

Editado porDulcina Mendes  em  4 abr 2020 23:21

pub.
pub.
pub.

Últimas no site

    Últimas na secção

      Populares na secção

        Populares no site

          pub.