Edição 1074

PorExpresso das Ilhas,29 jun 2022 0:18

A Conferência dos Oceanos que decorre em Lisboa é o tema central desta edição do Expresso das Ilhas.

Nesta edição do Expresso das Ilhas a bióloga Ana Gonçalves, da Associação para a Defesa do Ambiente e Desenvolvimento, faz um ponto da situação sobre os mares de Cabo Verde e fala sobre as expectativas que Cabo Verde tem sobre este evento.

Ainda neste tema trazemos-lhe o essencial do que foi a participação de Cabo Verde no evento que decorre na capital portuguesa até ao próximo dia 1 de Julho. Um apelo ao reconhecimento das especificidades e de uma discriminação positiva para os Pequenos Estados Insulares em Desenvolvimento. A defesa de um engajamento firme com o financiamento climático e acordos de dívida externa por capital natural e climático. A manifestação de total convergência e apoio ao apelo das Nações Unidas à acção para salvar os oceanos e proteger o futuro. Os pontos-chave da intervenção do primeiro-ministro Ulisses Correia e Silva na Conferência dos Oceanos.

De destacar, igualmente, a entrevista com o ministro do Mar, Abraão Vicente.

Nesta conversa com o Expresso das Ilhas, o ministro do Mar fala das elevadas expectativas de Cabo Verde para este evento e defende acções concretas, como a transferência de conhecimento científico e de verbas. Os oceanos são “um mar de possibilidades”, sublinha Abraão Vicente, mas há várias ameaças e desafios. Nesse mar que a todos liga, fazer o mundo entender como os problemas de uns afectam a todos e a solução tem de ser global, é um objectivo. E para Cabo Verde, em particular, criar um eco-Estado, sustentável e com turismo de valor acrescentado é também uma vontade expressa.

Com as primeiras chuvas a caírem no país renovam-se as esperanças dos agricultores nacionais.

Segundo o Instituto Nacional de Meteorologia e Geofísica (INMG) há possibilidade de uma “boa estação das chuvas e ano agrícola” em 2022. Por esta razão, em algumas zonas rurais da ilha de Santiago já se faz sentir as sementeiras. Entretanto, a falta de sementes tem condicionado este início para alguns que preferem esperar por sinais de que o ano realmente será de boas azáguas.

Na Política destacamos a aprovação por unanimidade da nova Lei da Nacionalidade. A aprovação ainda tem de ser discutida na generalidade e já foi criada uma Comissão Paritária onde MpD, PAICV e UCID vão harmonizar as propostas que foram apresentadas e aprovadas na última sessão parlamentar. Uma coisa é certa as regras para atribuição da nacionalidade cabo-verdiana a descendentes de cidadãos nacionais, a cidadãos estrangeiros que residam no país e que realizem investimentos vão mudar. Também as regras de atribuição da nacionalidade cabo-verdiana através do casamento foram alteradas.

Na Saúde abordamos a temática das evacuações médicas. O Expresso das Ilhas foi conhecer mais de perto histórias de pessoas que buscaram ajuda nas redes sociais para garantir um tratamento de saúde mais imediato e fugir assim da burocracia do sistema médico de evacuação de doentes para o exterior.

Na Cultura trazemos a história de Maísa Ribeiro que é um dos rostos principais da websérie “Tray São" cujos primeiros três episódios já estão disponíveis no canal do YouTube da Santano Productions. Em conversa com o Expresso das Ilhas a actriz cabo-verdiana, o produtor angolano Henrique Sungo e o diretor são-tomense Filipe Anjos falam deste e de outros projectos em carteira.

Em destaque igualmente os artigos de opinião de Silvino Oliveira Lima com 'Tempo para reflexão', de Manuel Spencer Lopes dos Santos com 'Conceitos básicos Sobre a preservação do património cultural' e de António Guterres, Secretário Geral das Nações Unidas, com 'O mundo está em chamas. Precisamos de uma revolução renovável'.

Concorda? Discorda? Dê-nos a sua opinião. Comente ou partilhe este artigo.

Autoria:Expresso das Ilhas,29 jun 2022 0:18

Editado porAndre Amaral  em  29 jun 2022 15:05

pub.
pub.
pub.

pub
pub.
pub.

Últimas no site

    Últimas na secção

      Populares na secção

        Populares no site

          pub.