Edição 1075

PorExpresso das Ilhas,6 jul 2022 0:01

O destaque principal da edição desta semana vai para o colóquio “Participação da Diáspora no Desenvolvimento de Cabo Verde”.

O debate sobre a contribuição das diásporas para o financiamento e desenvolvimento económico dos países de origem já tem anos, mas voltou à actualidade por causa da pandemia e das crises que se seguiram. Em Cabo Verde, o tema tem sido recorrente e ganhou um novo estatuto com a proposta, por parte do governo, do Plano Estratégico das Comunidades. A importância desta questão levou a Tertúlia Nôs e Nôs Terra a organizar um Colóquio sobre a “Participação da Diáspora no Desenvolvimento de Cabo Verde”, que será realizado no próximo dia 9 de Julho, porque, sublinham, a discussão continua a ser marcada pela centralidade da dimensão financeira.

Também em destaque está a entrevista com Augusto Neves, o presidente da Câmara Municipal de São Vicente.

Reuniões que não passam da discussão da ordem do dia, trocas de acusações na comunicação social e um permanente clima de crispação. Presidente da Câmara Municipal de São Vicente analisa um conturbado exercício autárquico. Augusto Neves garante que a instituição que dirige não está parada e responsabiliza a oposição pela actual situação. O edil não quer eleições intercalares e está pronto para nova candidatura, em 2024.

Esta terça-feira Cabo Verde comemorou o 47º aniversário da sua independência e no discurso que fez, esta terça-feira, na Assembleia Nacional, durante as comemorações oficiais do 5 de Julho, o Presidente da República apelou a "um djunta mon" entre todos os cabo-verdianos para ultrapassar as dificuldades que o país enfrenta. MpD salientou avanços do país, enquanto o PAICV aponta os desafios que Cabo Verde enfrenta. Para a UCID não é suficiente dizer que o 5 de Julho “foi o momento histórico”.

Outro destaque vai para a nova lei do Emprego Público. 

A proposta da nova Lei de Bases do Emprego Público (LBEP) que foi aprovada recentemente, na generalidade, pelo Parlamento vem, entre outros aspectos, acabar com a precariedade dos vínculos dos funcionários públicos e, inclusive, resolver situações declaradas inconstitucionais pelo Tribunal Constitucional. Terminam os contratos a prazo para funções permanentes, garantindo-se assim “uma maior justiça” para quem trabalha para o Estado, como destaca a Directora Nacional da Administração Pública (DNAP), Sofia de Oliveira Lima.

Falamos também sobre a insegurança alimentar em Cabo Verde.

A guerra na Ucrânia está a causar a subida generalizada dos preços dos bens de consumo, a começar pelo mais básicos e corroendo a renda, que “já era insuficiente” para uma vida digna de muitas famílias. O acesso fácil e permanente à comida ficou na lembrança daqueles que hoje limitam o acesso a determinados alimentos por questões financeiras.

A destacar, na Cultura, mais uma edição do Kavala Fresk Feastival.

A Xª edição deste evento, que acontece nos dias 8 a 10 deste mês, na Cidade do Mindelo, traz actividades culturais, desportivas, informativas e muito sabor a cavala. Numa entrevista ao Expresso das Ilhas, Josina Freitas, da Mariventos, promotora do evento, faz um balanço positivo do Kavala Fresk Feastival até agora.

A ler ainda os textos de José António dos Reis com 'O Liberalismo nos Costumes em Cabo Verde: entre a Tolerância Tácita e a Revolta conveniente!' e de Benfeito Mosso Ramos com 'In memoriam a Antero Simas Gentes que fizeram de Dja de Sal uma ilha afortunada no plano musical'

Concorda? Discorda? Dê-nos a sua opinião. Comente ou partilhe este artigo.

Autoria:Expresso das Ilhas,6 jul 2022 0:01

Editado porA Redacção  em  6 jul 2022 14:04

pub.
pub.
pub.

pub
pub.
pub.

Últimas no site

    Últimas na secção

      Populares na secção

        Populares no site

          pub.