Edição 1177

PorExpresso das Ilhas,19 jun 2024 0:11

Destaque de manchete para a entrevista com o Embaixador de Cabo Verde no Senegal.

Numa conversa guiada pelas relações a dois compassos – a informalidade e o formal – entre Cabo Verde e Senegal, o Embaixador Hermínio Moniz partilha a visão sobre as dinâmicas históricas e actuais entre os dois países e os seus povos. Dos cidadãos e comunidades, ao relacionamento político e regional, o diplomata destaca como o Senegal, país que vive um momento “charneira” no seu processo de desenvolvimento, pode e deve ser um forte parceiro estratégico de Cabo Verde. Uma ligação sustentada pela boa vizinhança, mas também pela partilha de valores democráticos, numa região agastada pelos ataques à ordem constitucional.

Também em destaque está a reportagem sobre a doença falciforme em Cabo Verde.

A anemia falciforme é uma doença que mata 100 mil pessoas anualmente em todo o mundo. Em Cabo Verde, não há dados oficiais sobre a prevalência desta doença, entretanto, o grupo de pesquisadores BioAnalítica, LDA estima que, só na Cidade da Praia, 11.000 indivíduos podem ter o gene que determina ou não o aparecimento da anemia falciforme.

Destaque de capa, igualmente, para mais uma edição do Cabo Verde Investment Forum que decorreu no Sal.

Foi o fórum dos recordes: mais dinheiro para projectos, mais reuniões, mais áreas de negócio. Este ano haverá ainda mais três fóruns de investimento, mas todas fora do país. Estados Unidos, Brasil e Portugal serão os próximos palcos para promover Cabo Verde.

Abordamos também o mais recente relatório do Banco Mundial sobre o turismo de iates em Cabo Verde.

Segundo o documento a que o Expresso das Ilhas teve acesso, as tendências do mercado mundial do sector dos iates em 2023 favorecem o desenvolvimento do turismo de iates em Cabo Verde. São Vicente parte em vantagem, mas Sal e Santiago são ilhas onde a aposta também pode dar frutos.

Destaque ainda para a reportagem sobre a extracção de inertes.

A extracção de areia e jorras, em Cabo Verde, está a transformar as paisagens naturais, ao mesmo tempo que suscita preocupações ambientais e sociais.

Enquanto comunidades dependem desta actividade para o seu sustento, os riscos ecológicos e de saúde associados levantam questões sobre a sua sustentabilidade.

A ler, igualmente, o texto de opinião ‘Cabo Verde e as suas Memórias: Preservação e Conservação’ da autoria de Ondina Ferreira.

Concorda? Discorda? Dê-nos a sua opinião. Comente ou partilhe este artigo.

Autoria:Expresso das Ilhas,19 jun 2024 0:11

Editado porAndre Amaral  em  19 jul 2024 8:20

pub.

pub
pub.

Últimas no site

    Últimas na secção

      Populares na secção

        Populares no site

          pub.