Lenovo não teme sofrer o mesmo destino da Huawei

PorExpresso das Ilhas,28 mai 2019 8:51

A guerra comercial entre os EUA e a China tem sido motivo de preocupação entre as empresas chinesas.

A decisão do Presidente dos EUA, Donald Trump, de banir a Huawei do país está a levar a inquietação por parte dos investidores de empresas chinesas, que receiam que mais organizações sejam vítimas da mesma medida. A Lenovo não parece preocupada, com o presidente e CEO Yang Yuanqing a acalmar as ‘hostes’ durante a apresentação dos resultados financeiros da empresa.

“A Lenovo sempre foi uma empresa global com origem na China. Sempre fomos motivo de confiança em todo o mundo. Nunca tivemos qualquer problema com segurança e cumprimento e sempre obedecemos a leis e regulamentos em todos os sítios onde temos negócios. Somos uma empresa transparente com um alto standard de governação… acho que não temos motivos para ser um alvo”, afirmou Yang Yuanqing de acordo com o ZDNet.

A Huawei tem procurado preparar-se para o futuro procurando centralizar as operações e tornar-se a sua própria fornecedora de componentes e até desenvolver o seu sistema operativo que sirva de alternativa ao Android. Confrontada com a possibilidade de também seguir esta tendência, a Lenovo afirmou que “ainda acredita na globalização” e adianta não ter “quaisquer planos para construir chips e sistemas operativos.

Concorda? Discorda? Dê-nos a sua opinião. Comente ou partilhe este artigo.

Autoria:Expresso das Ilhas,28 mai 2019 8:51

Editado porNuno Andrade Ferreira  em  16 jun 2019 14:19

pub.
pub.
pub
pub.

Últimas no site

    Últimas na secção

      Populares na secção

        Populares no site

          pub.