E-commerce cai pela primeira vez

PorExpresso das Ilhas,7 mai 2022 12:17

Desde que há relatórios da Salesforce, o número de vendas no mundo digital nunca tinha descido. Desceu agora.

O comércio realizado através da internet está a descer.

Depois do “pico” em 2020 por causa da pandemia, que fechou as pessoas em casa, e de uma subida mais ligeira no ano passado, o primeiro trimestre registou mesmo uma queda no e-commerce.

Os números apresentados pela Salesforce, citados pelo site zap.aeiou.pt, mostram que, entre 1 de Janeiro e 31 de Março de 2022, a nível global, as vendas digitais desceram 3%.

A empresa especialista realiza relatórios desde 2013 – e nunca tinha havido uma quebra no e-commerce ao longo de um trimestre.

Há três factores essenciais para esta queda: a inflação, problemas na logística (há inúmeros navios-contentores parados em Shanghai) e a incerteza económica. Tudo consequências, ou da guerra na Ucrânia, ou ainda da COVID-19.

Só na Europa as vendas online caíram cerca de 13%, enquanto o volume de encomendas desceu 17% no mesmo trimestre. Espanha é uma excepção neste panorama: cresceu 6%.

A previsão aponta para que, ao longo de 2022, se estabilize a confiança dos consumidores nas compras online.

Texto originalmente publicado na edição impressa do Expresso das Ilhas nº 1066 de 4 de Maio de 2022.

Concorda? Discorda? Dê-nos a sua opinião. Comente ou partilhe este artigo.

Autoria:Expresso das Ilhas,7 mai 2022 12:17

Editado porNuno Andrade Ferreira  em  7 mai 2022 12:17

pub.
pub.
pub.

pub.
pub.

Últimas no site

    Últimas na secção

      Populares na secção

        Populares no site

          pub.