LiveWire, a primeira moto eléctrica da Harley-Davidson

PorAndre Amaral,2 nov 2018 8:53

A electrificação já não é um exclusivo dos automóveis. Se nas quatro rodas o investimento é cada vez maior, no mundo dos motociclos dá agora os primeiros passos.

Poucos serão os motociclistas que não sonham em um dia ter, ou pelo menos conduzir, uma Harley-Davidson. Marca icónica de motos, a empresa norte-americana parece apostada em avançar para a electrificação dos seus modelos.

Na próxima semana, no dia 6 de Novembro, a Harley-Davidson mostrará pela primeira vez a sua primeira mota eléctrica, a LiveWire. A revelação será feita no evento EICMA em Milão, Itália.

Esta será a primeira oportunidade que os seguidores da marca norte-americana terão para ver ao vivo (e a cores) a primeira aposta no mercado dos eléctricos. Como refere o DesignBoom, esta não será uma aposta única, sendo que será com toda a certeza seguida de mais modelos eléctricos.

Com o lançamento previsto já para o próximo ano, a LiveWire foi concebida no Centro de Desenvolvimento de Produto da Harley-Davidson, em Wisconsin e construído nas modernas instalações de produção da Harley-Davidson em York, Pensilvânia.

Depois da apresentação, a LiveWire será, inicialmente, disponibilizada na América do Norte e em algumas partes da Europa.

O projecto LiveWire está a ser desenvolvido pela Harley-Davidson desde 2014. “Permitimos que fosse testado por condutores reais em todo o mundo e recolhemos o feedback com base nas experiências e características do motociclo. As opiniões recebidas foram usadas para refinar o desenvolvimento do novo motociclo LiveWire™ - um motociclo de próxima geração construído a partir do desempenho do seu protótipo original”, diz a marca norte-americana no seu site.

Enquanto a Harley-Davidson LiveWire apenas está prevista para 2019, outras motas eléctricas devem chegar apenas em 2022.

Concorda? Discorda? Dê-nos a sua opinião. Comente ou partilhe este artigo.

Autoria:Andre Amaral,2 nov 2018 8:53

Editado porNuno Andrade Ferreira  em  2 nov 2018 8:53

pub.
pub.
pub

Últimas no site

    Últimas na secção

      Populares na secção

        Populares no site

          pub.