Mais de 400 migrantes socorridos perto da Argélia

PorExpresso das Ilhas, Lusa,5 set 2018 15:52

Mais de 400 migrantes foram socorridos nos últimos dois dias ao norte do Níger, em pleno deserto, na fronteira com a Argélia, anunciou hoje a Organização Internacional para as Migrações (OIM).

As 439 pessoas que foram resgatadas, divididas em dois grupos, foram socorridas no deserto em Assamaka, localidade nigerina na fronteira com a Argélia, onde chegaram "a pé", indica a OIM na sua página do Facebook.

A 03 de Setembro, uma primeira vaga de 347 migrantes de 13 países da África Ocidental foram socorridos por uma equipa da OIM. Outros 92 migrantes chegaram a 04 de setembro à mesma zona tendo também sido assistidos pelas equipas de salvamento.

A agência das Nações Unidas não refere se estes migrantes foram expulsos da Argélia como aconteceu recentemente com milhares de outros imigrantes ilegais.

A OIM adianta que as pessoas foram acolhidas no seu centro de passagem em Arlit (norte do Níger) e que aqueles que o desejem serão transportados para seu país de origem.

Em meados de Agosto, 128 imigrantes, incluindo oito mulheres e 14 crianças da Argélia, foram resgatados perto da fronteira argelina.

O Níger, que recebe apoio material e financeiro substancial da Europa, tem travado uma luta implacável para conter o fluxo migratório no seu território, em particular no norte desértico.

Segundo estatísticas europeias, cerca de 90% dos migrantes da África Ocidental atravessam o Níger para chegarem à Líbia e depois à Europa.

Em meados de Julho, durante uma visita ao Níger, o presidente do Parlamento Europeu, Antonio Tajani, mostrou-se agradado com a "queda de mais de 95%" no fluxo de migrantes do Níger para a Líbia e para a Europa entre 2016 e 2017.

Na segunda-feira, a União Europeia (UE) pagou 21 milhões de euros (cerca de 13,775 mil milhões de francos CFA) ao Níger para ajudar na luta contra a emigração ilegal para a Europa.

Concorda? Discorda? Dê-nos a sua opinião. Comente ou partilhe este artigo.

Autoria:Expresso das Ilhas, Lusa,5 set 2018 15:52

Editado porNuno Andrade Ferreira  em  25 set 2018 20:19

pub.
pub

Últimas no site

    Últimas na secção

      Populares na secção

        Populares no site

          pub.