Médicos já o autorizam, mas Bolsonaro evita ir a debates

PorExpresso das Ilhas,19 out 2018 16:42

Jair Bolsonaro opta por evitar ir a debates apesar de já estar autorizado por médicos, numa altura em que ainda lidera as sondagens.

Foi no passado dia 6 de Setembro que o candidato de extrema-direita foi atacado com uma arma branca durante uma acção de campanha.

Ao longo da primeira volta, e por indicação de médicos, Bolsonaro não participou em nenhum debate.

Mas agora que já teve autorização dos médicos para aparecer em debates, Bolsonaro opta também por falhar participar neles nesta segunda volta das presidenciais.

Conta o portal G1 que o próprio Bolsonaro já fez saber a sua posição e que esta foi secundada pelo presidente do PSL, Gustavo Bebianno. "Ele não tem obrigação de comparecer. Não vai comparecer", afirmou o presidente do PSL, argumentando que a potencial situação de stress impedia o possível futuro presidente do Brasil de enfrentar o adversário político em debate.

Fernando Haddad, recorde-se, repetiu ao longo da campanha que estava disponível para debates e que iria até ao hospital onde Bolsonaro esteve internado para debater, se tal fosse necessário.

“Segundo fui informado tenho restrições, eu poderia me submeter a uma aventura, de participar de um debate, de duas ou três horas, mas poderia ter uma consequência péssima para minha saúde. Então, levando-se em conta a restrição, levando-se em conta a minha saúde e a gravidade do que ocorreu, a tendência minha é não participar do debate”, disse Bolsonaro à TV Globo, antes de confirmar a sua decisão de não debater.

É a 28 de Outubro que os brasileiros decidem o próximo presidente do país.

Concorda? Discorda? Dê-nos a sua opinião. Comente ou partilhe este artigo.

Autoria:Expresso das Ilhas,19 out 2018 16:42

Editado porAndre Amaral  em  11 jul 2019 23:22

pub.
pub.
pub.

Últimas no site

    Últimas na secção

      Populares na secção

        Populares no site

          pub.