Juiz do processo Lava Jato aceita ser ministro da Justiça de Bolsonaro

PorExpresso das Ilhas, Lusa,1 nov 2018 19:32

Sergio Moro
Sergio Moro

O juiz brasileiro Sergio Moro, responsável pelo processo Lava Jato, que levou à condenação do antigo Presidente Luiz Inácio Lula da Silva por corrupção, aceitou hoje ser ministro da Justiça na administração de Jair Bolsonaro.

Moro deslocou-se ao Rio de Janeiro, onde se reuniu durante cerca de una hora e meia com o recém-eleito Presidente do Brasil, Jair Bolsonaro, que já tinha revelado interesse em nomear o juiz como ministro de Justiça ou membro do Supremo Tribunal Federal do Brasil quando abrisse vaga.

O Partido dos Trabalhadores (PT) já reagiu e classificou de "fraude do século" a nomeação de Sergio Moro.

"A fraude do século! O juiz Sergio Moro será ministro da Justiça do Governo de Jair Bolsonaro, que apenas conseguiu eleger-se porque Lula foi injustamente condenado e impedido de participar nas eleições", escreveu a presidente do PT, Gleisi Hoffmann, na rede social Twitter.

O candidato presidencial do PT, Fernando Haddad, derrotado no domingo na segunda volta das eleições por Bolsonaro, também utilizou as redes sociais para dizer que a nomeação de Moro "apenas será compreendida pelos meios e fóruns internacionais", porque o "conceito de democracia já escapa à elite" brasileira. 

Concorda? Discorda? Dê-nos a sua opinião. Comente ou partilhe este artigo.

Autoria:Expresso das Ilhas, Lusa,1 nov 2018 19:32

Editado porNuno Andrade Ferreira  em  20 nov 2018 3:22

pub.
pub.
pub

Últimas no site

    Últimas na secção

      Populares na secção

        Populares no site

          pub.