Morrem três vitimas da explosão de Paris. Número de feridos sobe para 47

PorExpresso das Ilhas,12 jan 2019 16:05

Dois bombeiros e uma turista espanhola são as vitimas mortais da explosão ocorrida na manhã de hoje, 12, em Paris. Outras dez pessoas estão feridas com gravidade e há mais trinta e sete feridos ligeiros.

Os números foram actualizados pelas autoridades, entre as quais o ministério dos Negócios Estrangeiros espanhol,  após um primeiro balanço à explosão registada numa padaria do 9º bairro de Paris, zona turística .

Conforme os jornais franceses o ministro do interior, Christophe Castaner, que compareceu ao local do incidente, tinha feito referencia a quatro mortos, dois bombeiros e dois civis. Entretanto, a direcção da Polícia de Paris veio a rectificar os números. 

São três as vitimas mortais registadas até ao momento, dois bombeiros sapadores e uma turista espanhola. Outras 47 pessoas estão feridas, dez delas com gravidade. As autoridades não divulgaram ainda a nacionalidade dos feridos.

Diz o Le Monde que os bombeiros tinham acorrido ao local após receberem informação sobre uma fuga de gás e, no momento em que iniciavam a sua intervenção, deu-se a explosão. Um dos bombeiros ficou preso nos escombros, de onde foi retirado com vida mais de duas horas depois. 

Os hotéis do quarteirão onde ocorreu a explosão foram evacuados.

Especialistas dos laboratórios da polícia parisiense estão no local a colher dados para a investigação aberta ao incidente. A polícia judiciária regional já abriu um inquérito. 

Paris está hoje sob vigilância apertada da polícia com mais de 5 mil efectivos da polícia na zona central is para prevenir eventuais tumultos na sequência de mais uma manifestação dos coletes amarelos. 

Segundo notícia da Lusa, vários museus e a Torre Eiffel estão fechados. 

Concorda? Discorda? Dê-nos a sua opinião. Comente ou partilhe este artigo.

Autoria:Expresso das Ilhas,12 jan 2019 16:05

Editado porChissana Magalhães  em  16 jun 2019 23:22

pub.
pub.
pub
pub.

Últimas no site

    Últimas na secção

      Populares na secção

        Populares no site

          pub.