Pelo menos 20 combatentes pró-regime mortos em três dias em Idlib

PorExpresso das Ilhas, Lusa,27 fev 2019 7:33

Pelo menos 20 combatentes pró-regime foram mortos por jihadistas nos últimos três dias no noroeste da Síria, principalmente na província de Idlib, anunciou ontem o Observatório Sírio dos Direitos Humanos (OSDH).

Trata-se de um dos mais graves surtos de violência em Idlib desde a conclusão em Setembro de um acordo russo-turco sobre uma zona desmilitarizada, que devia separar as zonas governamentais dos sectores insurgentes na província.

O acordo permitiu à região, dominada pelos jihadistas, escapar a uma ofensiva do regime do presidente Bashar al-Assad.

"Desde domingo, 20 combatentes pró-regime foram mortos em ataques realizados pelos jihadistas de Idlib", disse à agência France Presse o diretor do OSDH, Rami Abdel Rahmane, adiantando que os combates e bombardeamentos do regime mataram nove 'jihadistas'.

Precisou que o último ataque, na noite de segunda-feira para hoje, causou cinco mortos na província vizinha de Alepo.

Os bombardeamentos do regime desde o início de Fevereiro obrigaram mais de 7.000 civis a abandonarem Khan Sheikhun, cidade no sul de Idlib controlada pelos 'jihadistas', para se refugiarem mais a norte da província, segundo a ONU.

De acordo com o OSDH, duas mulheres morreram hoje em Khan Sheikhun em bombardeamentos do regime, fazendo aumentar para 42 o número total de mortos desde 9 de Fevereiro.

A guerra na Síria já causou mais de 360.000 mortos e milhões de deslocados e refugiados desde 2011.

Concorda? Discorda? Dê-nos a sua opinião. Comente ou partilhe este artigo.

Autoria:Expresso das Ilhas, Lusa,27 fev 2019 7:33

Editado porNuno Andrade Ferreira  em  19 nov 2019 23:21

pub.
pub.
pub.
pub.
pub.

Últimas no site

    Últimas na secção

      Populares na secção

        Populares no site

          pub.