Mundo poderá ter 1,6 mil milhões de idosos em 2030

PorExpresso das Ilhas, ONU News,1 out 2019 8:39

​Entre 2017 e 2030, o mundo poderá experimentar um aumento de 46% da sua população com mais de 60 anos de idade. Neste Dia Internacional das Pessoas Idosas, a ONU escolheu o tema “Uma Jornada para e Igualdade Etária”.

Com o aumento, o grupo chegaria até 1,4 mil milhões de cidadãos, ultrapassando o total de jovens e de crianças menores de 10 anos.

O crescimento seria ainda mais rápido nos países em desenvolvimento, o que pode representar uma das transformações sociais mais importantes do século 21. A Ásia deverá concentrar a maioria dos idosos enquanto o continente africano registrará o maior crescimento proporcional.

O Dia Internacional foi estabelecido pela Assembleia Geral para chamar a atenção para os cuidados na terceira idade e como se preparar para ela.

Os idosos sempre desempenharam um papel importante como líderes e guardiões da tradição. Mas com os desafios enfrentados na velhice sem assistência social, muitos caem na pobreza, enfrentam discriminações e até mesmo violência física e mental.

Actualmente, existem mais de 700 milhões de pessoas acima de 60 anos.

Em 2002, a Assembleia Geral da ONU adoptou o Plano de Acção Internacional de Madrid sobre o Envelhecimento, que promove uma sociedade para todas as faixas etárias e de forma inclusiva no trabalho, na economia, na saúde, em processos decisórios e na sociedade.

image

Para a ONU, as pessoas na terceira idade têm muito a contribuir e o envelhecimento oferece oportunidades e desafios. Uma das metas associadas da Agenda 2030 é a cooperação entre gerações.

Dar autonomia a pessoas idosas e incluí-las na vida política, económica e social é uma forma de reduzir desigualdades.

O Objectivo de Desenvolvimento Sustentável 10 sobre redução de desigualdades entre países e dentro deles visa eliminar a discriminação etária e dar poder a todos independentemente de idade, religião, sexo, etnia e outros factores.

Concorda? Discorda? Dê-nos a sua opinião. Comente ou partilhe este artigo.

Autoria:Expresso das Ilhas, ONU News,1 out 2019 8:39

Editado porNuno Andrade Ferreira  em  14 out 2019 9:19

pub.
pub.

Últimas no site

    Últimas na secção

      Populares na secção

        Populares no site

          pub.