Liberdade de expressão é fundamental no combate à intolerância religiosa - ONU

PorExpresso das Ilhas, ONU News,22 ago 2020 10:02

​As Nações Unidas marcam neste 22 de Agosto, o Dia Internacional em Homenagem às Vítimas dos Actos de Violência Baseados em Religião ou Crença.

Segundo a ONU, o mundo continua a vivenciar actos contínuos de intolerância e violência a indivíduos, incluindo integrantes de comunidades e minorias religiosas. 

No ano passado, o secretário-geral, António Guterres, lançou a Estratégia e Plano de Acção das Nações Unidas contra o Discurso de Ódio e um Plano de Acção para salvaguardar locais religiosos. Para a ONU, o debate aberto, construtivo e respeitoso pode desempenhar um papel positivo no combate ao ódio religioso, incitamento e violência.

As liberdades de religião ou crença, de opinião e de expressão, além do direito à reunião pacífica, e à liberdade de associação, são descritas, respectivamente, nos artigos 18, 19 e 20 da Declaração Universal dos Direitos Humanos. Segundo a ONU, a defesa destes direitos tem um papel importante na luta contra todas as formas de intolerância e discriminação.

Para a organização, o exercício do direito à liberdade de opinião e expressão é fundamental para o fortalecimento da democracia e do combate à intolerância religiosa. 

Concorda? Discorda? Dê-nos a sua opinião. Comente ou partilhe este artigo.

Autoria:Expresso das Ilhas, ONU News,22 ago 2020 10:02

Editado porNuno Andrade Ferreira  em  4 jun 2021 23:21

pub.
pub.
pub
pub.
pub.

Últimas no site

    Últimas na secção

      Populares na secção

        Populares no site

          pub.