África regista mais 187 mortes e supera os 900 mil recuperados

PorExpresso das Ilhas, Inforpress, Lusa,24 ago 2020 11:48

África registou nas últimas 24 horas 187 mortes devido à covid-19, elevando o total de vítimas mortais para 27.779 em quase 1,2 milhões de casos, tendo ultrapassado a barreira dos 900 mil recuperados, segundo dados oficiais.

De acordo com o Centro de Controlo e Prevenção de Doenças da União Africana (África CDC), que reúne os dados dos 55 membros desta organização, desde domingo foram registados mais 9.167 infectados, sendo o total de casos positivos de 1.187.937.

A África Austral continua a registar o maior número de casos e de mortos devido ao novo coronavírus: 650.167 infectados e 13.948 vítimas mortais.

Só a África do Sul, o país mais afectado do continente, contabiliza 609.773 infectados e 13.059 mortes.

O norte de África é a segunda zona mais afectada pela pandemia, com 211.702 doentes infectados e 8.002 mortos, seguindo-se a África Ocidental: 155.057 infectados e 2.318 mortos.

A África Oriental contabiliza 118.385 infectados e 2.486 mortos devido à covid-19, enquanto na África Central estão contabilizados 52.626 infectados e 1.025 vítima mortais do novo coronavírus.

A seguir à África do Sul, o Egipto é o segundo país com mais vítimas mortais, 5.262 mortos e 97.340 infectados, seguindo-se a Argélia, com 1.422 mortos, num universo de 41.904 infecções.

Entre os cinco países mais afectados, estão também a Nigéria, que regista 52.227 casos 1.002 mortes, e o Sudão: 12.836 infectados e 812 mortes.

Entre os países africanos lusófonos, Cabo Verde lidera em número de casos (tem hoje 3.509 casos e 37 mortos), seguindo-se Moçambique (3.395 casos e 20 mortos), Guiné-Bissau (2.149 casos e 33 mortos, os mesmos números de sábado), Angola (2.171 infetados e 96 mortos) e São Tomé e Príncipe (891 casos e 15 mortos, os mesmos números de sábado), de acordo com os dados divulgados pelas autoridades oficiais destes países.

A Guiné Equatorial, que integra a Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP), actualizou no domingo os dados e registou 4.926, um aumento de 34 pessoas face aos 4.892 infectados registados a 1 de agosto, e 83 óbitos, número que mantém desde o princípio do mês.

O primeiro caso de covid-19 em África surgiu no Egipto em 14 de Fevereiro e a Nigéria foi o primeiro país da África subsaariana a registar casos de infecção, em 28 de Fevereiro.

A pandemia de covid-19 já provocou pelo menos 805 mil mortos e infectou mais de 23 milhões de pessoas em 196 países e territórios, segundo um balanço feito pela agência francesa AFP.

Concorda? Discorda? Dê-nos a sua opinião. Comente ou partilhe este artigo.

Autoria:Expresso das Ilhas, Inforpress, Lusa,24 ago 2020 11:48

Editado porSara Almeida  em  25 nov 2020 23:21

pub.
pub
pub.

Últimas no site

    Últimas na secção

      Populares na secção

        Populares no site

          pub.